Assinar
Mercado

Designer e empresa de Mira de Aire dão sugestões para presentes de Natal feitos a partir de casa

Tricotar um enfeite de Natal e enviar para os entes queridos é a alternativa sugerida para um Natal que será gozado com distanciamento social.

Sem ideias para um presente de Natal? A designer Filipa Carneiro tem três sugestões e para as concretizar, a partir de casa, precisa apenas de agulhas e linhas.

Folhas de Natal é o primeiro projeto relevado, esta sexta-feira, dia 4, e trata-se de uma iniciativa desenvolvida numa parceria da empresa Rosários 4, de Mira de Aire, com a designer portuguesa.

“Acho que todos podemos concordar que 2020 foi um ano bastante desafiante. E com a chegada do Natal, o distanciamento social é mais exigente do que nunca. Sem poder abraçar todos os nossos amigos e familiares, pensamos que poderíamos estar presentes, sem estar fisicamente lá. O segredo é tricotar um enfeite de Natal e enviar para todos os seus entes queridos. Mas não só, deixe na caixa de correio dos vizinhos, ofereça um aquela senhora que a recebe tão bem nas compras, ao senhor do café que sabe sempre quando precisa de um pastel de nata”, diz Filipa Carneiro na sua página de Facebook, onde divulgou a ação.

Nas próximas semanas serão revelados os restantes projetos de decorações de Natal, para pendurar na árvore ou em grinaldas, ou oferecer a amigos e familiares.

Dia 11, será divulgado o vídeo explicativo para “construir” meias de Natal e, por último, a 18 de dezembro, será a vez dos tradicionais flocos de neve em crochet.

Além dos vídeos explicativos, com as instruções de Filipa Carneiro, que estarão disponíveis no canal de youtube da designer e no site da Rosários 4, é ainda disponibilizado um PDF, com todos os passos a realizar para dar forma a este presente.

“A ação tem como objectivo abreviar a distância que separa famílias e amigos, através da realização e oferta de decorações de Natal em tricot e crochet. Mais do que nunca, queremos estar próximos de quem gostamos. (…) Nesta quadra, vamos partilhar a nossa presença nas casas de familiares e amigos em pequenos presentes de Natal, feitos à mão, em tricot ou crochet”, explica em comunicado a empresa produtora de fios de tricot crochet e Arraiolos, com mais de 40 anos de atividade.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.