Assinar


Covid-19

Covid-19: Cuidados continuados da Confraria da Nazaré com 17 utentes e funcionários infetados

Existe outro surto ativo na Nazaré, num lar de Famalicão, com 15 utentes e dois funcionários infetados

Dez doentes internados na Unidade de Cuidados Continuados Integrados (UCCI) do Hospital da Confraria de Nossa Senhora da Nazaré estão infetados com Covid-19, na sequência de um surto, detetado esta semana, que infetou ainda sete trabalhadores.

O surto, detetado no início da semana, “resultou num total de 17 casos positivos, dos quais dez referentes a utentes daquele serviço e sete a funcionários da instituição”, disse à agência Lusa o delegado de saúde coordenador da região Oeste, Jorge Nunes.

Numa mensagem publicada na página da Internet da Confraria de Nossa Senhora da Nazaré, o presidente da mesa administrativa, Nuno Batalha, informa que, dos dez utentes infetados pelo novo coronavírus, “dois estão internados no Hospital de Leiria e encontram-se estáveis”.

Os restantes mantém-se na UCCI e “estão assintomáticos”, acrescentou, referindo que entre os funcionários infetados “alguns são enfermeiros”, que se encontram em isolamento.

A UCCI funciona desde 2007 no Hospital da Confraria de Nossa Senhora da Nazaré, em resultado de um acordo celebrado entre a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo, o Centro Distrital de Segurança Social de Leiria e a Confraria de Nossa Senhora da Nazaré, e é constituída por uma Unidade de Média Duração e Reabilitação e outra de Longa Duração e Manutenção.

No concelho da Nazaré, existe ainda outro surto ativo, num lar na freguesia de Famalicão, “com 15 utentes e dois trabalhadores infetados”, segundo o delegado de saúde coordenador da região Oeste, Jorge Nunes

O concelho da Nazaré acumulou desde o início da pandemia 420 casos de infeção pelo novo coronavírus e seis óbitos. Recuperaram entretanto 266 pessoas, havendo hoje registo de 148 casos ativos.

Com redação

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.