Assinar Edições Digitais
Covid-19

Covid-19: Leiria garante refeições aos 1.474 alunos com ação social escolar

Garantidas refeições escolares. São várias as autarquias da região que já anunciaram medidas de apoio nesta área.

A Câmara de Leiria anunciou hoje que garante refeições aos 1.474 alunos do pré-escolar e 1.º ciclo beneficiários da ação social escolar do concelho no período de pausa letiva determinada pelo Governo para conter a pandemia de covid-19.

“O Município de Leiria assegura as refeições escolares a todas as crianças da educação pré-escolar e alunos do 1.º ciclo do ensino básico, beneficiários da ação social escolar, no período de interrupção das atividades letivas”, medida que entra hoje em vigor, informa a Câmara numa nota de imprensa.

Na mesma nota, a autarquia adianta que os pedidos “serão encaminhadas pelos estabelecimentos de ensino/agrupamentos de escolas que articularão com o município, tendo em vista a operacionalização da entrega”. Os contactos são 244839640 ou educacao@cm-leiria.pt.

Segundo informação enviada à agência Lusa, há 1.474 alunos com ação social escolar, 755 no escalão A e 719 no escalão B, no pré-escolar e 1.º ciclo.

A responsabilidade das refeições nos outros níveis de ensino só passa para o município no ano letivo 2021/22.

“As inscrições para refeições para alunos dos 2.º e 3.º ciclos devem ser feitas nas respetivas escolas”, esclarece.

A Câmara de Leiria acrescenta que se mantêm “abertas escolas de acolhimento, para crianças com menos de 12 anos cujos pais de grupos específicos/serviços essenciais (como profissionais de saúde, bombeiros e forças de seguranças, entre outros) têm de trabalhar”. Estas escolas são a Henrique Sommer, na Maceira, e a Correia Mateus, em Leiria.

O município informa ainda que, para “minimizar o impacto negativo da pandemia na área social e da saúde comunitária”, foi criada uma Linha de Apoio Social e Psicológico que possibilita apoio psicológico às crianças entre os 03 e 10 anos nos dias úteis das 09:00 às 17:00, através do número de telefone 244243840.

Trata-se de uma iniciativa em “articulação da Divisão de Desenvolvimento Social com os serviços de Educação da Câmara de Leiria – equipa multidisciplinar PIICIE [Plano Integrado e Inovador de Combate ao Insucesso Escolar]”.

Todas as escolas de todos os níveis de ensino estão encerradas desde hoje e durante duas semanas, uma medida anunciada na quinta-feira pelo Governo para conter a pandemia de covid-19.

Além das escolas, também todas as creches e ateliês de tempos livres vão permanecer encerrados durante 15 dias, o mesmo acontecendo com os tribunais de primeira instância, que só funcionam para atos processuais urgentes.

Marinha Grande assegura refeições a 375 alunos

O Município da Marinha Grande vai assegurar refeições a 375 alunos do pré-escolar e 1.º ciclo beneficiários da ação social escolar, durante a interrupção letiva determinada pelo Governo para conter a pandemia de covid-19.

Segundo o município do distrito de Leiria, as refeições serão fornecidas “durante o período em que as escolas estarão encerradas, no âmbito do estado de emergência”.

“Os pais dos alunos do ensino pré-escolar e 1.º ciclo abrangidos pela ação social escolar, escalões A e B, poderão marcar”, desde hoje, “as refeições em regime de ‘take-away’”, já que o serviço entra em funcionamento a partir de segunda-feira.

As refeições vão ser entregues nas escolas João Beare, Francisco Veríssimo e António Vitorino.

A marcação prévia deve ser feita para o número de telefone 244 573300 (opção 5) das 09:30 às 12:30 e das 14:00 às 17:00, nos dias úteis, acrescenta a autarquia.

Porto de Mós garante refeições e atividades à distância

Da mesma forma, a Câmara de Porto de Mós anunciou igualmente que “estão asseguradas as refeições escolares a todas as crianças do pré-escolar e 1º ciclo” dos escalões A e B da ação social escolar.

As escolas de acolhimento “para alunos cujos pais se encontrem a trabalhar na linha da frente no combate à pandemia”, em Porto de Mós, serão o Centro Escolar de Porto de Mós, a EB1 de Serro Ventoso, a Escola Secundária de Mira de Aire e a EB1 do Juncal.

Esse apoio pode ser solicitado para direcao@aepmos.pt .

Já os alunos “que usufruem das terapias de intervenção, no âmbito do projeto PIICIE, continuarão a receber apoio através dos meios digitais e /ou telefónico”, aponta o município.

Para além de uma linha de apoio (808 210 102), a Câmara de Porto de Mós anuncia ter em funcionamento atividades de enriquecimento curricular on-line (em atb.escola-on.pt), bem como atividades da biblioteca e atividades físicas para toda a família, à distância.

Com Lusa

Nota: notícia atualizada às 17h32, com medidas anunciadas para a Marinha Grande e Porto de Mós

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.