Assinar
Atletismo

João, Rui, Sandra e Vitória marcharam para o título na zona industrial de Porto de Mós

João Vieira (dorsal 42) sagrou-se pela sexta-feira consecutiva campeão nacional nos 35 km marcha Foto: ADAL

Muito frio, nenhum público e muitos quilómetros a marchar. Foi assim mais uma edição dos campeonatos nacionais de marcha de 35 km e 50 km, disputados nesta manhã de domingo, 10 de janeiro, na zona industrial de Porto de Mós.

Relocalizados e interditos ao público devido à pandemia, os campeonatos deixaram o centro da vila de Porto de Mós onde tiveram lugar nos últimos anos e realizaram-se num novo percurso criado nas estradas da zona industrial. O traçado recebeu algumas críticas dos atletas, que se queixaram de algum desnível.

Ainda assim, nem as baixas temperaturas, nem o novo percurso nem a falta de apoio do público quebraram o ânimo dos marchadores nacionais (e alguns internacionais que também estiveram em Porto de Mós, nomeadamente uma comitiva colombiana de atletas de nível alto), que lutaram pelos títulos de 35 km e 50 km, alguns procurando marcas ainda a pensar nos Jogos Olímpicos.

No setor masculino, João Vieira foi mais uma vez o destaque, sagrando-se em Porto de Mós campeão nos 35 km pelo sexto ano consecutivo. O vice-campeão é do Leiria Marcha Atlética, Hélder Santos, e o terceiro foi Rui Coelho, do CA Seia, que ganhou a prova de 50 km. Hélder Santos foi também segundo nesta distância e o terceiro foi Luís Gil, do Estreito.

Em femininos, as campeãs foram também repetentes: Vitória Oliveira, do Sp. Braga, e Sandra Silva, do AC Póvoa do Varzim, conquistaram novamente os títulos de 35 km e 50 km, respetivamente.

Ana Cabecinha e Inês Henriques, duas das melhores marchadoras nacionais, também alinharam em Porto de Mós na prova extra dos 20 km marcha, mas não chegaram ao fim.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.