Assinar Edições Digitais


Região à Mesa

Entregas. Ter em casa o conforto da comida de restaurante

Em Leiria a escolha é “à vontade do freguês”

Confinamento. O crescimento dos serviços de entregas ao domicílio é evidente a cada dia que se passa em casa. A escolha é vasta e o processo de encomenda cada vez mais simples

Quantas vezes apetece não cozinhar e não ter de arrumar a cozinha depois do almoço ou jantar? O confinamento trouxe a maioria das refeições para dentro de casa, mas isso não significa que não possam ter estilo de restaurante. Desde o início da pandemia, têm crescido significativamente os serviços disponíveis para entregas ao domicílio, nomeadamente ao nível do número de restaurantes aderentes.

Em Leiria a escolha é “à vontade do freguês”. Desde as empresas mais conhecidas, como a Uber Eats ou a Glovo, até outras como a Pede&Come, Comer Em Casa, Meal To You, Pik-it ou Rapaz dos Recados, são vastos os serviços que levam para casa o conforto da comida de restaurante. E esta lista não estará, certamente, ainda fechada.

Para quem não se aventurou a fazer uma encomenda, importa saber que os processos estão bastante automatizados e o mais difícil será mesmo escolher entre os inúmeros restaurantes e pratos disponíveis. Seja através do contacto telefónico ou de aplicação para telemóvel, em poucos minutos pode efetuar o pedido. O pagamento depende do serviço escolhido, sendo que alguns possibilitam pagar em dinheiro ou Multibanco no ato da entrega. Outros obrigam ao registo do cartão de débito ou crédito ou da conta Paypall.

Também as taxas de entrega diferem de acordo com a empresa escolhida e podem até variar consoante a distância e o pedido. No entanto, são frequentes as campanhas que “ilibam” o cliente do pagamento desta taxa. Contas feitas, resta escolher entre comida portuguesa, indiana, mediterrânica, italiana, asiática, japonesa, brasileira, turca, americana… e muitas outras opções à escolha.

Leiria no Prato

Desde o início do ano que, em Leiria, é possível encomendar comida de 72 restaurantes do concelho e receber a refeição em casa, sem taxas extras. A iniciativa “Leiria no Prato”, inicialmente limitada aos fins de semana, estende-se agora a todo o período do confinamento, ou seja, passa a estar disponível ao jantar nos dias úteis, entre as 19 e as 22 horas, e ao almoço e jantar aos fins de semana, das 12 às 14 horas e das 19 às 22 horas.

O projeto é promovido pela Câmara de Leiria, que assume os custos de transporte das refeições, efetuado pela central de táxi. Desde o início do ano, foram realizadas 694 entregas, num total de cinco mil quilómetros percorridos, avançou a vereadora do Desenvolvimento Económico e Empreendedorismo, Catarina Louro, questionada pelo REGIÃO DE LEIRIA.

A logística do projeto é garantida pela Associação Táxis Digital Leiria “que tem contribuído com o envolvimento de mais de 20 taxistas”, acrescenta. O “Leiria no Prato” nasceu com o objetivo de “promover o sector da restauração e similares do concelho de Leiria, bem como divulgar boas práticas em termos de saúde e segurança” nos estabelecimentos de restauração. A maioria dos pedidos provêm de residentes nas freguesias de Leiria e Marrazes.

Neste caso, as encomendas são feitas junto dos restaurantes aderentes, e não por aplicação, e a listagem está disponível na página do projeto (leirianoprato.pt/). JM e JG