Assinar


Saúde

Centro Hospitalar de Leiria aumenta capacidade de internamento cirúrgico

Redução do número de doentes Covid-19 permite reposição de 90% da capacidade de internamento cirúrgico.

O Centro Hospitalar de Leiria (CHL) anunciou que a redução do número de doentes Covid-19 permitiu libertar 30 camas de enfermaria, o que possibilita a reposição de 90% da capacidade de internamento cirúrgico.

Devido à redução do número de doentes Covid-19 dos níveis I (enfermaria), II (intermédios) e III (intensivos) internados, o CHL alterou o seu Plano de Resposta Covid-19, segundo uma nota de imprensa.

“De forma a retomar a atividade assistencial, garantindo o acesso atempado dos utentes aos cuidados de saúde necessários nos diferentes níveis assistenciais, nomeadamente consulta e cirurgia”, o conselho de administração do CHL passou a disponibilizar 30 camas, localizadas na torre nascente do Hospital de Santo André, em Leiria.

Esta medida permite a reposição de 90% da capacidade de internamento cirúrgico do CHL, refere a mesma nota.

O Plano de Contingência do Serviço de Medicina Intensiva da Covid-19 também foi revisto, tendo sido disponibilizadas cinco camas de nível III (intensivos) e três camas de nível II (intermédios) na Unidade de Cuidados Agudos Polivalente (UCAP).

O conselho de administração do CHL informou que as medidas agora enunciadas serão atualizadas sempre que as circunstâncias o justifiquem.

Na terça-feira, o CHL tinha anunciado que apesar da pandemia “apresentar algumas melhorias significativas”, a situação “ainda é preocupante”, pelo que o conselho de administração decidiu manter as medidas de restrição, contenção e de prevenção do novo SARS-CoV-2 dentro da instituição.

Nesse sentido, continua suspensa a entrada do acompanhante, cuidador ou visitas até 16 de março nos serviços de internamento e em Áreas Dedicadas Covid-19.

A exceção é o Serviço de Pediatria, onde é permitida apenas a entrada de um acompanhante, no horário em vigor (24/24h).

Este acompanhante deve realizar teste SARS-CoV-2 e permanecer durante todo o período de internamento no CHL.

Na Unidade de Cuidados Especiais Neonatais e Pediátricos (UCEP) é também autorizada a visita do pai durante o horário em vigor para a Torre Poente (19 às 20 horas, às terças e quintas-feiras).

No Serviço de Urgência Ginecológica/Obstétrica é permitida a entrada de um acompanhante, se a equipa clínica assim o entender, para o acompanhamento à grávida, sem possibilidade de troca.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.