Assinar


Sociedade

Comunidades intermunicipais do Centro criam grupo para estudar aeroporto na região

O grupo será composto pelas comunidades intermunicipais de Coimbra, Médio Tejo, Oeste, Beiras e Serra da Estrela e Viseu Dão Lafões.

Cinco comunidades intermunicipais do Centro vão criar um grupo de trabalho para estudar a melhor solução para um aeroporto na região, foi hoje anunciado.

Em comunicado, a Comunidade Intermunicipal (CIM) da Região de Coimbra, informa que promoveu hoje uma reunião que juntou as congéneres das do Médio Tejo, Oeste, Beiras e Serra da Estrela e Viseu Dão Lafões, com o objetivo específico “de encontrar uma lógica de consonância sobre a necessidade e pertinência de um aeroporto na Região Centro”.

A região de Leiria tem vindo a defender, há muitos anos, a abertura da base aérea de Monte Real à aviação civil Foto de arquivo

“Durante a reunião, os representantes das diversas CIM abordaram o estado de maturidade de todas as soluções alusivas à localização e construção de infraestruturas aeroportuárias na Região Centro”, refere a nota, salientando que ficou acordado criar um grupo de trabalho.

O objetivo, acrescenta, passa por “estabilizar essas mesmas soluções, para que exista uma posição uniforme e estabilizada, do ponto de vista técnico e político, que vai ser posteriormente levada a discussão com o Governo”.

Os autarcas da CIM Região de Coimbra defenderam recentemente que a região Centro “tem condições para ter um aeroporto e quer ser parte da solução da localização desta infraestrutura necessária, quebrando, dessa forma, o centralismo em Portugal”.

“Além de ser uma prioridade é, sobretudo, uma questão de justiça e premência”, defenderam.

Há muitos anos que a região de Leiria, nomeadamente o município (PS), tem vindo a defender a abertura da base aérea de Monte Real à aviação civil.

Por outro lado, em 2017, Manuel Machado, enquanto recandidato à Câmara de Coimbra pelo PS, defendeu a construção de um aeroporto internacional naquela cidade, porque a hipótese de Monte Real continuava a ser adiada.

Em setembro de 2020, o presidente da CIM de Coimbra, José Carlos Alexandrino, frisou que não havia qualquer divergência entre as duas comunidades intermunicipais.

Mais recentemente, Manuel Machado, disse à agência Lusa que a Base Aérea de Monte Real (BA5), no concelho de Leiria, “muito dificilmente será disponibilizada à aviação civil”, defendendo a implantação do aeroporto da região Centro a sul da cidade de Coimbra.

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é assinante, entre com a sua conta. Entrar

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Artigos relacionados

Subscreva!

Newsletters RL

Saber mais

Ao subscrever está a indicar que leu e compreendeu a nossa Política de Privacidade e Termos de uso.

Artigos de opinião relacionados