Assinar


Alcobaça

Nova portaria e loja do Mosteiro de Alcobaça abrem portas na segunda-feira

Cerimónia de inauguração está marcada para as 15 horas e será presidida pelo diretor-geral do Património Cultural, Bernardo Alabaça.

imagem do exterior do Mosteiro de Alcobaça em obras

A nova portaria e loja do Mosteiro de Alcobaça, requalificadas no âmbito de uma intervenção que vai aumentar as áreas do monumento disponíveis ao público, vai ser inaugurada na segunda-feira, anunciou a Direção-Geral do Património Cultural.

A nova receção situa-se na antiga portaria do Mosteiro, “que assim recupera a sua função primeva”, divulgou a Direção-Geral do Património Cultural (DGPC), acrescentando que a loja passa a funcionar na Sala das Conclusões, “situada simultaneamente no início e no fim do novo percurso de visita”.

A alteração “favorece um melhor entendimento do antigo espaço monástico, disponibilizando ao público áreas até agora inacessíveis”, refere um comunicado da DGPC, aludindo ao piso térreo da Ala Norte, incluindo os Claustros da Portaria (ou de Afonso VI) e da Hospedaria (também designado por Claustro da Prisão).

A portaria e a loja, cuja obra está concluída, será inaugurada no âmbito das comemorações do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios (DIMS), numa cerimónia presidida pelo Diretor-Geral do Património Cultural, Bernardo Alabaça.

No Mosteiro de Santa Maria de Alcobaça decorre atualmente outra empreitada, designada “Conservação e Restauro da Fachada Oeste e Norte Rebocada”, cuja conclusão se prevê para o próximo mês de julho.

De acordo com a DGPC, a obra compreende diversos trabalhos, entre os quais o tratamento da pedra da fachada da Igreja, a reparação e pintura de rebocos, caixilharias e gradeamentos e também a melhoria das condições de acesso exterior à nova portaria-bilheteira do mosteiro.

A intervenção nas Fachadas Oeste e Norte, em curso, e a “Requalificação da Portaria e Loja”, já concluída, resultam num investimento global de quase 1,045 milhões de euros (1.044.749 euros), financiado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER), no âmbito do Programa Centro 2020, correspondendo à primeira fase do Plano Diretor 2016/26, aprovado para o imóvel.

O monumento, inscrito desde 1989 na lista de Património Mundial da organização das Nações Unidas para a Educação Ciência e Cultura, tem sido objeto de outros investimentos na área da conservação e restauro, entre os quais uma intervenção no túmulo de D. Pedro, realizada em 2020, no valor total de 20.910,00 euros.

“No seu conjunto, estas intervenções traduzem-se numa significativa melhoria das condições de segurança, conservação, interpretação e usufruto cultural” do Mosteiro, pode ler-se no comunicado da DGPC.

A cerimónia de inauguração, agendada para as 15 horas, terminará com o recital de piano e canto “O Cancioneiro Português”, pelo pianista e regente João Paulo Santos e a soprano Paulina Sá Machado, a realizar ao abrigo do protocolo de colaboração assinado pela DGPC e o Organismo de Produção Artística (Opart) em 2020, e que visa o desenvolvimento de programação cultural nos Museus, Monumentos e Palácios Nacionais.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.