Assinar
Cultura

Salas do Cinema City, em Leiria, reabrem esta quinta-feira

Uso obrigatório de máscaras, venda de lugares intercalados, reforço da higiene e limpeza dos espaços, e venda de bilhetes online são algumas das “novas” regras.

Com a última fase do plano de desconfinamento em execução desde o passado sábado, o grupo Cinema City vai reabrir as salas de Leiria, esta quinta-feira, dia 6, quase quatro meses depois do encerramento provocado pelo confinamento a 15 de janeiro.

Segundo nota de imprensa, “à semelhança do que foi feito para os demais complexos, para esta segunda reabertura, o exibidor adotou todas as medidas necessárias para garantir a segurança dos clientes e colaboradores, como por exemplo o uso obrigatório de máscaras, a venda de lugares intercalados para garantir uma distância mínima entre espectadores, reforço da higiene e limpeza dos espaços, venda de bilhetes online e pagamento automático por contactless ou MB Way, medidas que já haviam sido implementadas anteriormente“.

Entre as principais novidades está a adoção de “um regime mais alargado, com sessões também nas tardes de fim de semana”. Os principais filmes em exibição são Nomadland – Sobreviver na América, Mortal Kombat, Godzilla vs Kong e Tom e Jerry.

A decisão das salas de Leiria permanecerem encerradas, contrariamente a outras em todo o país, que reabriram a 19 de abril, não está relacionada com a venda do ediífio onde o cinema se encontra. Num comunicado divulgado a 21 de abril, o Cinema City justificou o encerramento temporário devido à adoção de medidas de segurança que ainda não estavam implementadas. “Gostaríamos de clarificar que a venda deste edifício é alheia à nossa empresa e à nossa marca e que a mesma não implica o encerramento da operação do cinema”, disse a empresa, na altura.

Esta não é a primeira vez que o edifício do Cinema City é colocado à venda no mercado imobiliário. Já em 2015, o edifício esteve à venda mas o negócio não se chegou a concretizar.

Foto de arquivo

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.