Assinar
Mercado

Polo de inovação digital da região reconhecido para integração na rede nacional

PTCentroDiH pretende dar suporte à digitalização de empresas e entidades públicas

O polo de inovação digital PTCentroDiH, que integra o Politécnico de Leiria e pretende dar suporte à digitalização de empresas e entidades públicas, foi reconhecido como polo de inovação digital para integração na rede nacional e designação para candidatura de acesso à rede europeia.

O PTCentroDiH é um consórcio alargado na região Centro, coordenado pelos clusters Engineering & Tooling, Tice.pt, Habitat sustentável e Inovcluster, com liderança da Associação Pool-Net Portuguese Tooling & Plastics Network, que integra os politécnicos, universidades e centros de interface tecnológica da região.

“Trata-se de um marco histórico para a nossa região, o reconhecimento do PTcentroDiH – Digital Innovation Hub da Região Centro como polo de inovação digital”, considera o diretor geral da Associação Pool-Net, Rui Tocha.

Os digital innovation hubs são uma resposta à política europeia para a digitalização e permitem alcançar suporte nacional para as empresas de um milhão de euros durante sete anos e concorrer ao reconhecimento europeu de EDiH – European Digital Innovation Hubs, podendo, assim, duplicar o financiamento

O objetivo do PTCentroDiH é contribuir para a transformação digital e modernização do tecido empresarial, governamental e humano da região Centro, e conta com a participação das 21 entidades.

“O profundo conhecimento dos membros do consórcio sobre o ecossistema digital da região permite que o PTCentroDiH atue como um veículo de ligação entre os fornecedores de serviços e as empresas que necessitem de adquirir serviços de transformação digital de modo a tornarem-se mais competitivas”, refere um comunicado divulgado pelo PTCentroDiH.

“Apesar de ter um âmbito de atuação transversal, a sua atividade centra-se particularmente nas agendas transformadoras da RIS3 Centro – soluções industriais sustentáveis, valorização dos recursos endógenos, tecnologias para a qualidade de vida e inovação territorial – e nos seus domínios prioritários – materiais, tooling e tecnologias de produção, saúde e bem-estar, tecnologias digitais e do espaço, cultura, turismo e criatividade, energia e clima, recursos naturais e bioeconomia”, adianta.

Os polos de inovação digital são redes colaborativas que incluem centros de competências digitais específicas, com o objetivo de disseminação e adoção das tecnologias digitais por parte das empresas e da administração pública, contribuindo para o aumento da competitividade dos seus processos, produtos e serviços.

A rede de polos de inovação digital reconhecidos estará interligada com a rede europeia de Digital Innovation Hubs a dinamizar pela Comissão Europeia no âmbito dos programas-quadro europeus para 2021 -2027.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.