Assinar
Cultura

Acidente obriga ao cancelamento do primeiro espetáculo dos Commedia a la Carte em Leiria

Carlos M. Cunha – um dos elementos do coletivo de que também fazem parte César Mourão e Gustavo Miranda – ficou impedido de atuar na primeira sessão de “Mais do mesmo” no Teatro José Lúcio da Silva. Hoje e amanhã há mais duas apresentações com lotação esgotada.

Carlos M. Cunha sofreu um acidente à chegada a Leiria Foto: Facebook Commedia a La Carte

O ator Carlos M. Cunha, dos Commedia a La Carte, sofreu um acidente de viação ontem, quarta-feira, 27 de outubro, ao início da noite, à chegada a Leiria, o que levou ao cancelamento da primeira sessão de “Mais do mesmo” no Teatro José Lúcio da Silva, para onde estão agendadas três apresentações do espetáculo, todas com lotação esgotada.

Após o sinistro à saída da autoestrada, Carlos M. Cunha – que integra os Commedia a La Carte com César Mourão e Gustavo Miranda – foi transportado para o hospital de Leiria e o anúncio do cancelamento do espetáculo foi feito ontem com os mais de 700 espectadores já sentados no Teatro José Lúcio da Silva.

A informação foi transmitida a partir do palco aos espectadores pelo próprio César Mourão, levando alguns dos presentes a questionar se o momento fazia parte da atuação.

Contactado pelo REGIÃO DE LEIRIA, o diretor do Teatro José Lúcio da Silva desconhece, para já, se há condições para a realização das sessões agendadas para esta quinta-feira e também para sexta-feira, dias 28 e 29 de outubro, estando a concretização dos espetáculos dependente da evolução da situação clínica do ator.

Segundo a mesma fonte, o valor dos bilhetes do espetáculo de ontem será devolvido ou, em alternativa, os ingressos serão válidos para um futuro um reagendamento, ainda em equação.

“Mais do mesmo” é um espetáculo criado de raiz pelos Commedia a La Carte, especialistas em comédia improvisada já com 21 anos de carreira. Em palco, César Mourão, Carlos M. Cunha e Gustavo Miranda exploram a interação com o público, acrescentando a esta nova produção a componente musical, com uma banda em palco.

Segundo o texto de divulgação, “Mais do mesmo”, que estreou em Lisboa, vem a Leiria e segue para o Porto, foi pensado para “contribuir e devolver a cultura ao público e às salas de espetáculos”, procurando “o reencontro do público com os artistas” para “criar oportunidades de trabalho e rendimentos para os profissionais do sector”, como técnicos, figurinistas, músicos, atores, produtores, assistentes de sala e outros envolvidos.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Artigos relacionados

Subscreva!

Newsletters RL

Saber mais

Ao subscrever está a indicar que leu e compreendeu a nossa Política de Privacidade e Termos de uso.