Assinar
Covid-19

Covid-19: Bombarral regista 15 novos casos e turmas adotam isolamento profilático

Casos detetados na Escola Básica do Pó. Mais a norte, na Batalha, evolução positiva da pandemia levou município a desativar Plano Municipal de Emergência de Proteção Civil.

imagem de teste rápido à covid-19

As turmas da Escola Básica do Pó, no concelho do Bombarral, estão em isolamento profilático depois de se terem registado 15 novos casos de Covid-19 entre os alunos do estabelecimento.

A situação foi revelada hoje pelo município do Bombarral. Numa nota publicada pela autarquia, é adiantado que “foram ontem registados mais 15 casos ativos de Covid-19 e 4 recuperados”.

Os novos casos positivos, “tratam-se de alunos da Escola Básica do Pó, e respetivos familiares”, adianta a nota do município.

“Todas as turmas deste estabelecimento, e por precaução também as do Jardim de Infância, encontram-se em isolamento profilático, estando a situação a ser devidamente acompanhada pelas autoridades de saúde”, reforçam os responsáveis municipais.

Esta informação acontece num dia em que o país registou sete mortes atribuídas à covid-19, 449 novos casos de infeção pelo novo coronavírus SARS-CoV-2 e um ligeiro aumento nos internamentos em enfermaria e em cuidados intensivos, segundo dados da Direção-Geral da Saúde.

De acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS), hoje divulgado, estão internadas 342 pessoas, mais cinco em relação a sábado, das quais 69 em cuidados intensivos, mais quatro do que no sábado.

As mortes ocorreram nas regiões Norte (2), Centro (1), Lisboa (3), e Algarve (1).

Ainda no distrito de Leiria, na Batalha, o município anunciou, na sexta-feira, a decisão que desativar o Plano Municipal de Emergência de Proteção Civil.

“A situação epidemiológica no território nacional continental e particularmente no concelho da Batalha e concelhos limítrofes, a taxa de vacinação municipal com 91% de população com o esquema iniciado e 85% concluído, a passagem à situação de alerta decretado pelo Governo e o facto de à data não se verifica nenhum dos pressupostos epidemiológicos ou a necessidade de medidas excecionais de proteção civil que motivaram a ativação do plano em 18 de Março de 2020”, foram os argumentos apresentados para a decisão.

A evolução “muito positiva da situação epidemiológica” no concelho (que na sexta-feira contava com 11 casos ativos de Covid-19), também pesou na decisão, anunciou a autarquia.

Com Lusa

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.