Assinar
Cantinho dos Bichos

Dia Mundial do Animal: Campanhas solidárias focadas nos animais em risco

Super e hipermercados de todo o país juntam-se a campanhas de angariação de donativos para animais errantes. O Dia Mundial do Animal, que se assinala hoje, é o ponto de partida.

Wild stray cats and dogs on the city streets. Tbilisi, Georgia. High quality photo

Se há vantagem em existir um dia dedicado às mais variadas causas, é a de poder, anualmente, recordar a importância destas lutas e apelar à ajuda da sociedade.

A causa animal não é exceção e neste Dia Mundial do Animal, que se assinala hoje, 4 de outubro, os olhos estão postos nos patudos em risco, acolhidos por associações de proteção de animais, canis, famílias carenciadas e sem-abrigo que partilham a vida com animais.

Foi com este propósito que a campanha “Amiga-me” regressou às lojas do Intermarché, a 23 de setembro, com a venda de vales solidários.

Até à próxima quarta-feira, dia 6, os clientes podem adquirir estes vales, que custam entre os 0,49 e os 2,29 euros, e o valor angariado será entregue a associações, de cada região do país, “em forma de alimentação”, explica a empresa em comunicado.

Esta é a 3ª edição da campanha que, no último ano, permitiu doar 12 toneladas de ração a associações de todo o país, cuja lista está disponível para consulta na página de internet dedicada à iniciativa.

A par com a venda de vales solidários, o Intermarché criou uma plataforma onde divulga os animais que esperam por famílias em abrigos. “Este ano foram também adotados cerca de 40 animais”, avança a empresa.

Ainda no campo dos super e hipermercados, no próximo fim de semana, dias 9 e 10, é a vez das lojas Pingo Doce acolherem mais uma edição do Banco Solidário Animal, uma campanha de recolha de donativos da Animalife.

Ração seca e húmida para cão e gato, areia para os felinos, produtos de higiene e limpeza, trelas, coleiras ou comedouros são alguns dos produtos mais necessários e que poderão ser entregues nestes dias.

Os donativos serão “distribuídos por mais de 600 associações e grupos informais de apoio animal e por famílias carenciadas e pessoas em situação sem-abrigo com animais a cargo” inscritos nos programas de apoio da associação.

Nos dias 23 e 24, os voluntários vão dar continuidade à campanha, nas lojas Continente e Continente Bom Dia. A iniciativa também decorreu no último fim de semana, a 2 e 3, nos estabelecimentos comerciais da Auchan, My Auchan e Continente Modelo.

A realização desta campanha é entendida como “o balão de oxigénio” de muitas associações e grupos de proteção animal, que viram as reservas de bens essenciais cair abruptamente com o cancelamento de eventos de angariação de donativos provocado pela pandemia.

Judo Clube da Marinha Grande promove adoção de animais errantes

O Judo Clube da Marinha Grande junta-se, este ano, ao Centro de Recolha Oficial de Animais (CROA) da Marinha Grande para lançar uma campanha de adoção de cães e gatos, a propósito do Dia Mundial do Animal.

A iniciativa, que arrancou hoje, segunda-feira, “pretende promover, sensibilizar e incentivar à adoção de animais de companhia” e associa, nos cartazes da campanha, um animal do CROA da Marinha Grande a um aluno do clube de judo.

A Mummy e o judoca João Serrano são os primeiros protagonistas desta campanha e anseiam “ver mais amigos envolvidos numa causa que tem tido importância crescente na sociedade”, sublinha o clube, em comunicado.

O Judo Clube da Marinha Grande está ainda a realizar uma campanha de recolha de ração seca ou húmida, para cão e gato, areia para os felinos, mantas, brinquedos, trelas e outros bens essenciais, numa parceira com o Agrupamento de Escolas Marinha Grande Poente.

Os donativos podem ser entregues nas instalações do clube.

Os interessados em adotar um patudo podem visitar o CROA da Marinha Grande às quartas-feiras, entre as 10 horas e as 12h30 e as 14 e as 16 horas, ou aos sábados, entre as 10 e as 12 horas.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.