Assinar
Cultura

“Museu na Aldeia”, “Identidade Territorial” e “Vestida de Branco” recebem prémios da APOM

Dois projetos desenvolvidos no âmbito da Rede Cultura 2027 foram hoje distinguidos pela Associação Portuguesa de Museologia.

O projeto Museu na Aldeia” e a exposição “Identidade Territorial” foram premiados pela APOM – Associação Portuguesa de Museologia, na cerimónia desta sexta-feira, 29 de outubro, de entrega dos prémios de 2021 no Museu da Marinha, em Lisboa.

“Museu na Aldeia”, promovido pela Sociedade Artística e Musical dos Pousos (SAMP), envolvendo 13 aldeias isoladas e 13 museus do território da Rede Cultura 2027, recebeu o prémio Inovação e Criatividade. O projeto recebeu ainda uma menção honrosa na categoria Projeto de Educação e Mediação Cultural.

A exposição “Identidade Territorial: Imaginário visual de uma região”, patente no mimo – Museu da Imagem em Movimento de Leiria, também desenvolvida no âmbito da Rede Cultura 2027, a partir do património dos 26 municípios envolvidos no projeto, recebeu da APOM o prémio Parceria.

Outra exposição, “Vestida de branco – A imagem de Nossa Senhora do Rosário de Fátima”, do Museu do Santuário de Fátima, foi distinguida com o prémio Catálogo.

O Museu do Vidro, da Marinha Grande, foi também distinguido pela APOM, tendo recebido uma menção honrosa na categoria de “Criatividade e Inovação”, pela aplicação móvel de visita 360º ao museu.

Na área da Investigação, a exposição “Almada Negreiros e o Mosteiro da Batalha – Quinze pinturas primitivas num retábulo imaginado”, de Simão Palmeirim e Pedro Freitas, patente na Capela do Fundador do Mosteiro da Batalha, mereceu uma menção honrosa.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.