Assinar

Melhorar a qualidade no abastecimento de água a Leiria vai custar 4,1 milhões

Empreitada de execução da estação de tratamento de água do Paul (fase II), furo e conduta de interligação, tem o prazo de um ano

A empresa Águas do Centro Litoral (AdCL) vai investir 4,1 milhões de euros para melhorar a qualidade no abastecimento de água no concelho de Leiria, de acordo com o concurso público publicado esta terça-feira, dia 11, em Diário da República.

O concurso, com a denominação empreitada de execução da estação de tratamento de água (ETA) do Paul (fase II), furo e conduta de interligação, tem um prazo de execução de 360 dias, prevendo-se que comece no início de 2023.

A empresa adiantou que a ETA do Paul “é a fonte de abastecimento do município de Leiria”, sendo que as intervenções previstas “têm como objetivo a garantia da qualidade no fornecimento de água, indo ao encontro dos pressupostos estabelecidos no contrato de concessão, bem como na legislação em vigor no que concerne a qualidade da água para consumo humano”.

“Visa, igualmente, conferir uma maior fiabilidade no fornecimento do sistema de abastecimento de água da Mata do Urso”, explica.

Segundo a AdCL, “a água bruta deste subsistema apresenta um nível de mineralização muito reduzido e baixo pH, sendo que de momento está instalado um sistema provisório para aumento do pH da água tratada, através da injeção de carbonato de sódio”, sistema que “apresenta custos elevados e que, também, não promove a necessária mineralização da água”.

“A presente empreitada prevê, assim, implementar uma etapa de remineralização da água bruta de forma estruturada”, refere.

A AdCL adianta que “a empreitada prevê robustecer as etapas de tratamento e o controlo dos resultados analíticos ao nível dos parâmetros relacionados com a acidez e a mineralização da água tratada para um caudal nominal” de 950 metros cúbicos por hora.

“Prevê-se, ainda, uma maior disponibilidade de água futura e melhor gestão das massas de águas disponíveis, através da construção de um furo adicional de captação”, que “permitirá aumentar a resiliência do sistema ao nível da captação de água”, acrescenta.

A ETA do Paul “é uma infraestrutura do subsistema de água da Mata do Urso, estando preparada para o tratamento de água da totalidade do município de Leiria, para cerca de 128.640 habitantes”.

“Nesta fase, o investimento não tem assegurado financiamento através de fundos comunitários. Contudo, a AdCL procura, em articulação com os municípios, encontrar suporte financeiro para os investimentos, como os fundos operacionais de base regional, ou através do POSEUR [Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recurso] ou do novo Quadro Comunitário de Apoio 20-30”, observa.

Até à obtenção de apoios, este será garantido pela AdCL com recurso a capitais próprios ou recorrendo à banca comercial.

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é assinante, entre com a sua conta. Entrar