Assinar
SOS Ucrânia

Município de Ourém apoia pagamento de despesas essenciais a refugiados

Medida será aprovada na próxima reunião do executivo e prolonga-se por um “período razoável”. Cerca de 50 refugiados já chegaram ao concelho.

Foto de arquivo

O cenário é igual um pouco por toda a região, todo o país e toda a Europa. Cerca de meia centena de pessoas vê em Ourém a possibilidade de um novo recomeço, fugindo à guerra travada na Ucrânia.

O concelho recebeu alguns refugiados na semana passada e outros são esperados por estes dias. Dois homens, 14 mulheres e nove crianças integraram o primeiro grupo de ucranianos, que pediu ajuda ao Município de Ourém, através de amigos ou familiares residentes no concelho.

São sete famílias e três casos isolados, informou o presidente da Câmara, Luís Albuquerque, que sublinha que a comunidade ucraniana residente em Ourém é grande: há 460 cidadãos ucranianos registados no concelho.

O alojamento destas pessoas está a ser garantido nos dois apartamentos de emergência do Município, que conta também com a disponibilização de 20 camas, pelo Santuário de Fátima, dois apartamentos cedidos pela Fundação São João de Deus, em Fátima, e dois particulares que disponibilizaram residências na freguesia de Nossa Senhora da Piedade, em Ourém.

Para apoiar aqueles que disponibilizarem as habitações, por um “período razoável” de tempo, o Município irá apoiar com o pagamento das despesas essenciais de água, luz e gás, através de normas específicas que serão aprovadas na próxima reunião de Câmara, adiantou o autarca.

Cada família será acompanhada por um técnico da Divisão de Acção social, de modo a acompanhá-los  em questões de saúde (serão inscritos no centro de Saúde de Ourém), mas também em outras diligências ou apoio psicológico.

Este deverá ser um movimento que se deverá repetir nas próximas semanas e o presidente da Câmara está convicto que “muitos mais refugiados chegarão a Ourém no futuro”.

Entretanto, a Câmara de Ourém lançou uma Bolsa de alojamento, onde particulares podem manifestar a disponibilidade em acolher cidadãos ucranianos, disponibilizando habitações para tal.

Para a integração no mercado de Trabalho, o Município de Ourém, segundo Luís Albuquerque, já recebeu contactos de empresários em diferentes sectores, da metalomecânica a instituições particulares sociais e hotelaria. O Espaço empresa, do Município de Ourém, está a recolher as ofertas para as canalizar para os interessados.

Bens a caminho da Polónia

Na sexta-feira, dia 11, a caravana solidária, organizada pela “Missão Ucrânia 2022”, em que viajam cerca de 21 viaturas e quatro autocarros, recebeu mais quatro viaturas de Fátima. Esta frota segue carregada de bens necessários aos que se encontram em zona de guerra e, no caso particular dos quatro veículos de Fátima, o carregamento será entregue à Cáritas de Lviv, na Polónia.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.