Assinar
Leiria

Castelo de Leiria vence Prémio Reabilitação Urbana

A distinção foi atribuída à intervenção que inclui os projetos de arranjos exteriores, de reabilitação da Casa do Guarda, Cisternas Medievais e Igreja de Nossa Senhora da Pena.

O antes e depois da intervenção no Castelo de Leiria Joaquim Dâmaso

O projeto para a reabilitação do núcleo amuralhado do Castelo de Leiria conquistou o Prémio Reabilitação Urbana, na categoria Espaços Públicos, na edição dos Prémios SIL do Imobiliário 2022, organizados pela Fundação AIP – Associação Industrial Portuguesa, anunciou a autarquia em comunicado.

A cerimónia de entrega de prémios decorreu na passada quinta-feira, na FIL, que recebe o Salão Imobiliário de Portugal, tendo a distinção sido atribuída a uma intervenção que inclui os projetos de arranjos exteriores, de reabilitação da Casa do Guarda, Cisternas Medievais e Igreja de Nossa Senhora da Pena, coordenados pelos arquitetos Nuno Santos Pinheiro e Vasco Maria Santos Pinheiro (Santos Pinheiro Arquitetos Associados).

“Acreditamos que este prémio vai conferir ainda maior visibilidade ao excelente trabalho de reabilitação efetuado no nosso monumento e contribuir para a atração de turistas e dinamização da economia local”, destacou Gonçalo Lopes, presidente da Câmara de Leiria, citado em comunicado.

O autarca frisou ainda que desde a reabertura do Castelo, a 22 de maio de 2021, já foram registados “mais de 120 mil visitantes, número muito acima do registado nos últimos anos”.

Para o reconhecimento dos Prémios SIL do Imobiliário contribuíram os objetivos do projeto, de “proteger, preservar e recuperar a integridade física, bem como revitalizar os valores arqueológicos, históricos, arquitetónicos, estéticos e urbanísticos do Castelo de Leiria”, lê-se na mesma nota de imprensa.

Segunda a Câmara de Leiria, a intervenção tornou o ex-libris da cidade “mais acessível e inclusivo”.

Recorde-se que as obras, com duração de três anos, contemplaram a reabilitação do núcleo amuralhado, a construção de acessos mecânicos nos lados norte e sul, a criação de um anfiteatro em pedra para a dinamização de eventos ao ar livre, entre outras intervenções. Atualmente, encontra-se em curso uma empreitada no Largo de S. Pedro.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.