Assinar
Ourém

Freguesia de Nossa Senhora da Piedade conversa com residentes para celebrar diversidade cultural

Até ao dia 28, a freguesia do concelho de Ourém vai divulgar testemunhos de pessoas de diversas nacionalidades.

JF Nossa Senhora da Piedade

Vlad Ryezanov, natural da Ucrânia, vive há mais de uma década em Ourém, onde chegou com 20 anos e “algum dinheiro no bolso”. Este é o primeiro testemunho divulgado pela junta de freguesia de Nossa Senhora da Piedade, que esteve à conversa com sete pessoas de nacionalidades diferentes.

A iniciativa da freguesia do concelho de Ourém assinala o Dia Mundial da Diversidade Cultural para o Diálogo e o Desenvolvimento – 21 de maio – e decorre até ao próximo sábado nas redes sociais da junta de freguesia, com a publicação dos sete vídeos que resultaram das conversas.

Numa nota de imprensa, a junta de freguesia explica que as pessoas selecionadas foram desafiadas a “partilhar um pouco do seu processo de integração na freguesia, quais os motivos de escolha da freguesia [para viver], entre outras pequenas perguntas”.

O testemunho de Vlad Ryezanov foi dado a conhecer no domingo, dia 22, e o cidadão destaca as infraestruturas disponíveis para a toda a família.

Com esta iniciativa, o executivo de Nossa Senhora da Piedade pretende dar a conhecer as nacionalidades presentes no território da freguesia e “promover a sensibilização para os valores do respeito pela diferença entre culturas, a tolerância, a solidariedade entre os povos, procurando sublinhar que acolher bem as diferentes culturas e a integração das mesmas com respeito e solidariedade, são uma mais valia para a nossa freguesia”.

De acordo com a junta de freguesia, Nossa Senhora da Piedade tem conquistado cada vez mais pessoas de diversas nacionalidades e culturas, “o que é visível nas ruas, nas escolas e no aparecimento de novos negócios”.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Artigos relacionados

Subscreva!

Newsletters RL

Saber mais

Ao subscrever está a indicar que leu e compreendeu a nossa Política de Privacidade e Termos de uso.

Artigos de opinião relacionados