Assinar
Mercado

Comércio do oeste assina protocolo com empresa da Guiné para atrair trabalhadores

A ACCCRO “pretende contribuir para colmatar a escassez de recursos humanos, um dos maiores desafios das empresas associadas”

O protocolo foi assinado na segunda-feira, 22 de agosto

A Associação Empresarial das Caldas da Rainha e Oeste (ACCCRO) e a empresa da Guiné MS Multi Serviços acabam de estabelecer um protocolo de cooperação que tem o objetivo de ajudar a combater a falta de mão de obra em Portugal.

Além de definir um acordo de parceria para “otimizar uma solução para colmatar a falta de mão de obra para vários sectores”, pretende-se “conseguir emprego para jovens guineenses qualificados que dele precisam para viver com dignidade e sustentar as suas famílias”, refere uma nota da ACCCRO.

“Para ser possível contribuir para o bom funcionamento das empresas dos nossos associados, surgiu a parceria com a MS Multi Serviços, uma empresa detentora de ampla experiência na intermediação de recrutamento, treino e fornecimento de colaboradores para um amplo leque de serviços”, adianta o comunicado.

“O objetivo é fixar um quadro de cooperação amplo e efetivo” entre a MS Multi Serviços e a ACCCRO, “com as competências definidas para cada uma das entidades”. A empresa recruta funcionários para trabalhar no exterior, “através de uma seleção criteriosa de pessoal e formação dos recursos humanos de acordo com as necessidades dos clientes”, operando sobretudo nas áreas da hotelaria, restauração, construção civil, geriatria e cuidados pessoais, agricultura ou limpeza.

No âmbito do protocolo, a MS Multi Serviços compromete-se a “realizar a seleção de colaboradores com os padrões desejados pela ACCCRO, o treino dos selecionados e a auxiliar na obtenção dos documentos necessários aos colaboradores”.

Já a ACCCRO compromete-se a contactar as empresas associadas divulgando os serviços da MS Multi Serviços; colaborar para a integração dos colaboradores e a manter nas suas redes de comunicação os serviços de recrutamento e formação de colaboradores realizados pela empresa guineense.

Com o protocolo, a ACCCRO “pretendemos contribuir para colmatar a escassez de recursos humanos, um dos maiores desafios das empresas associadas, que poderão ser a alavanca para a dinamização e o normal funcionamento de várias áreas de atividade”.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Artigos relacionados

Subscreva!

Newsletters RL

Saber mais

Ao subscrever está a indicar que leu e compreendeu a nossa Política de Privacidade e Termos de uso.

Artigos de opinião relacionados