Assinar
Mercado

Óbidos acolhe congresso internacional sobre os desafios do sector da pera

Congresso acontece quarta e quinta-feira, dias 26 e 27, e conta com a presença do ministro da Agricultura e Pescas de Portugal, José Manuel Fernandes.

Foto: ANP

O Interpera, maior congresso internacional dedicado ao debate sobre a pera, realiza-se nos próximos dias 26 e 27 de junho em Óbidos, para debater os principais desafios do sector.

O evento arranca esta quarta-feira, dia 26, com visitas técnicas a pomares, centrais de distribuição e centros de investigação da região Oeste, berço da produção de pera rocha.

Na quinta-feira, dia 27, serão dinamizadas várias mesas-redondas com especialistas nacionais e internacionais em agricultura, no auditório da Praça da Criatividade. O primeiro painel reúne representantes da União Europeia dos principais países europeus produtores de pera, para analisar a campanha passada e revelar as previsões da primeira colheita deste ano. Entre os representantes estarão Manel Simon da Afrucat (Espanha), Tomas Bosi do CSO (Itália), Vincent Guérin da ANPP (França), Luc Vanoirbeek do VBT (Bélgica) e Wilco van den Berg do Groenten, da Fruit Huis (Países Baixos).

Tendências atuais do consumo de pera, sustentabilidade e preferências para a saúde são alguns dos tópicos que vão ser abordados num painel sobre o valor da pera, que conta com a participação de María José Millán, Diretora Geral da AGR Food Marketing.

Javier Meyer, diretor na AQUA4D, irá apresentar uma tecnologia avançada de tratamento de água para gestão de salinidade, enquanto Isabel Brito, da Universidade de Évora, discutirá a importância da saúde do solo e do microbioma, num painel dedicado aos desafios do sector.

O pomar do futuro é o mote para o último painel do congresso, no qual Hugo Oliveira, da Universidade do Minho, irá dar a conhecer o projeto de investigação “BioFago”, que consiste na aplicação de um agente antibacteriano natural para mitigar o “fogo bacteriano”, uma doença devastadora para muitas plantas de fruto. O painel termina com uma discussão sobre a combinação ideal de produção para o futuro, abordando variedades resistentes a pragas e doenças, mecanização e uso eficiente da água, com a participação de Jef Vercammen, do Pcfruit.

O ministro da Agricultura e Pescas de Portugal, José Manuel Fernandes, vai marcar presença no encerramento do evento.

Consulte o programa completo aqui.

O congresso Interpera realizou-se pela primeira vez em 2008 e já passou por vários países do mundo. A organização da iniciativa em Óbidos está a cargo da AREFLH – Assembly of European Horticultural Regions, em colaboração com a ANP – Associação Nacional de Produtores de Pera Rocha, que acolhe o evento pela segunda vez.

Note-se que as exportações da pera rocha, da região Oeste, têm gerado receitas anuais na ordem dos 85 milhões de euros, refletindo a crescente procura internacional. Em 2022/2023, a pera rocha nacional foi exportada para 20 países, com três destinos principais a ocuparem o pódio: Europa (50%), Marrocos (20%) e Brasil (20%).

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos relacionados

Subscreva!

Newsletters RL

Saber mais

Ao subscrever está a indicar que leu e compreendeu a nossa Política de Privacidade e Termos de uso.