Assinar
Cultura

Novos Ventos chega à Maceira com residências artísticas e peças de teatro comunitário

O festival organizado pelo Leirena chega este ano pela primeira vez à Maceira com os últimos espetáculos da nona edição.

A companhia Mákina de Cena apresenta no domingo a peça "Quando a sul o azul luar" Foto: Mákina de Cena

A 9ª edição do festival Novos Ventos termina este fim de semana, com peças de teatro e residências artísticas na Maceira.

O festival comunitário do Leirena assentou arraiais no parque da Memória ontem, dia 9, para desenvolver residências artísticas comunitárias. O resultado destes projetos começa a ser revelado já no sábado, dia 13, com a estreia de “Fragmentos humanos”, interpretado por Sara Alós e Christopher Ledezma, de Vila Nova de Famalicão.

No domingo, dia 14, Novos Ventos mostra na Sociedade Filarmónica Maceirense, entre as 15 horas e as 16h30, as peças comunitárias e uma curta-metragem imaginadas e interpretadas por elementos das instituições locais participantes: Academia Social da Maceira, Agrupamento de Escolas Henrique Sommer, Grupo Sénior da Maceira, Rancho Folclórico da Maceira e Sociedade Filarmónica Maceirense.

Às 18 horas, novamente no parque da Memória, a companhia Asta Teatro, da Covilhã, apresenta “Green Ethics”, e às 21h30 é apresentado o espetáculo “Quando a sul o azul luar” da companhia Mákina de Cena, de Loulé, com interpretação em Língua Gestual Portuguesa e audiodescrição.

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos relacionados

Subscreva!

Newsletters RL

Saber mais

Ao subscrever está a indicar que leu e compreendeu a nossa Política de Privacidade e Termos de uso.