Assinar Edições Digitais

Hoje escrevo assim: Ups! Comi os sinos

O Natal é isto! É ser criança novamente. Comer os chocolates delas às escondidas!

Ana Lúcia Bento, empresáriaana.bento@inoeh.pt
Ana Lúcia Bento, empresária ana.bento@inoeh.pt

Ela: “Oh mãaaaeee! Quem comeu os chocolates da árvore de Nataaaal?”

Eu: “Não sei.”

Ela: “Oh maaanaaaaa! Foste tu que comeste os chocolates da árvore?”

A mais pequena: “Não!”

Ela: “Oh mãeeee! Estão papeis dos sinos em cima da tua secretária!”

Ups! Comi os sinos de chocolate da árvore de Natal!

O Natal é isto! É ser criança novamente. Comer os chocolates delas às escondidas!

É ouvir o “Ambrósio! Apetecia-me tomar algo.” e imaginar aquelas bolinhas douradas na nossa despensa!

É rasgar os embrulhos. Pentear as bonecas. Fazer os puzzles. Pensar com detalhe em presentes especiais para as pessoas mais especiais. Pensados com o coração. Feitos com as nossas mãos. É esperar ansiosamente pela hora de jantar e agradecer a quem com carinho nos ajudou a pensar em cada detalhe para que tudo estivesse perfeito.

É até gostar de ficar impregnada de cheiro a fritos. É esperar ansiosamente pela meia noite, para ver os sorrisos de quem connosco partilha uma noite mágica, e perceber que tudo faz mais sentido em família, a família que escolhemos, a que nos escolheu.

É por tudo isto que o Natal me faz rir! Me faz voltar atrás no tempo! AH…e me faz ficar mais gorda!

A todos um FELIZ NATAL!

E agora vou ali comer um Pai Natal porque elas não estão a ver!

(texto publicado na edição de 4 de dezembro de 2014)