Select Page

Publicidade

Porta aberta à arte urbana na nova M Gallery & Studio

Há uma nova galeria em Leiria. Em contraciclo com o sector, M Gallery & Studio surge como mais um traço da associação Riscas Vadias para revelar à cidade novos valores da arte urbana.

Atropelamento com camião provoca vítima mortal em Monte Redondo

Uma mulher de 83 anos morreu esta quinta-feira vítima de atropelamento, no centro da vila de Monte Redondo. Acidente envolveu um veículo pesado.

Ardinas do REGIÃO DE LEIRIA voltam às ruas em campanha solidária

A campanha de solidariedade “Fazer o bem olhando a quem” volta às ruas com a edição desta semana do REGIÃO DE LEIRIA. Associação Portuguesa de AVC e Atlas são as duas instituições beneficiárias

Politécnico de Leiria suspende “aquisições” e “despesas” por falta de dinheiro  

Rui Pedrosa, presidente do Politécnico de Leiria, ordenou a suspensão de aquisições e cabimento de despesas. E porquê? Por falta de “disponibilidade de tesouraria”. A medida drástica foi anunciada na manhã desta sexta-feira.

Porta aberta à arte urbana na nova M Gallery & Studio

Há uma nova galeria em Leiria. Em contraciclo com o sector, M Gallery & Studio surge como mais um traço da associação Riscas Vadias para revelar à cidade novos valores da arte urbana.

Atropelamento com camião provoca vítima mortal em Monte Redondo

Uma mulher de 83 anos morreu esta quinta-feira vítima de atropelamento, no centro da vila de Monte Redondo. Acidente envolveu um veículo pesado.

Ardinas do REGIÃO DE LEIRIA voltam às ruas em campanha solidária

A campanha de solidariedade “Fazer o bem olhando a quem” volta às ruas com a edição desta semana do REGIÃO DE LEIRIA. Associação Portuguesa de AVC e Atlas são as duas instituições beneficiárias

Politécnico de Leiria suspende “aquisições” e “despesas” por falta de dinheiro  

Rui Pedrosa, presidente do Politécnico de Leiria, ordenou a suspensão de aquisições e cabimento de despesas. E porquê? Por falta de “disponibilidade de tesouraria”. A medida drástica foi anunciada na manhã desta sexta-feira.

Siga-nos

Primeira Página

Publicidade

Pergunta da semana

A carregar

Concorda que o salário mínimo seja diferente para os sectores público e privado?

Obrigado pelo seu voto!
Já votou nesta pergunta!
Selecione uma das opções!

Publicidade

Publicidade

publicidade

Semana de Moldes 2018

Visto

10.12.2018

Leiria  Não foi por ser Natal que os barbeiros Patrício Gaspar e Fred Rocha decidiram juntar a sua arte à vontade de ajudar e oferecer cortes de cabelo a quem mais precisa. A tarde de segunda-feira foi preenchida naquela que é a mais antiga barbearia de Leiria, perto da Sé, e quem ali entrou saiu com ar rejuvenescido e um sorriso nos lábios.

Foto: Joaquim Dâmaso

 

 

 

 

 

 

 

 

Visto

10.12.2018

Leiria  Não foi por ser Natal que os barbeiros Patrício Gaspar e Fred Rocha decidiram juntar a sua arte à vontade de ajudar e oferecer cortes de cabelo a quem mais precisa. A tarde de segunda-feira foi preenchida naquela que é a mais antiga barbearia de Leiria, perto da Sé, e quem ali entrou saiu com ar rejuvenescido e um sorriso nos lábios.

Foto: Joaquim Dâmaso

 

 

O meu diário: Natal

Este jornal esta semana é um jornal solidário e quanto mais vendermos, mais vamos ajudar duas excelentes instituições. Por isso compre muitos, venda muitos e ofereça muitos.

Passageiro do tempo: Eles sabem tudo

Os deputados e deputadas são eleitos em listas e, portanto, sem qualquer escrutínio individual, pouco mais são do que um emblema partidário, poucos os conhecem, menos ainda os consideram.

Tempo incerto: Por um novo público leitor

Os jovens não lêem jornais e, quando muito, um ou outro desportivo, para aprofundar a cultura com maior expansão mediática. Da leitura de livros também se cansam com rapidez.

Passageiro do tempo: Pobres portugueses

Um em cada quatro portugueses são pobres, estão privados das condições necessárias para ter acesso a uma vida digna. E o que faz cada um de nós para ajudar a reduzir a pobreza?

Tempo incerto: Uma paz frágil

No dia 11 de Novembro de 1918, o silêncio das armas abateu-se sobre os ensanguentados campos de batalha da 1ª Guerra Mundial.

O meu diário: Natal

Este jornal esta semana é um jornal solidário e quanto mais vendermos, mais vamos ajudar duas excelentes instituições. Por isso compre muitos, venda muitos e ofereça muitos.

Passageiro do tempo: Eles sabem tudo

Os deputados e deputadas são eleitos em listas e, portanto, sem qualquer escrutínio individual, pouco mais são do que um emblema partidário, poucos os conhecem, menos ainda os consideram.

Tempo incerto: Por um novo público leitor

Os jovens não lêem jornais e, quando muito, um ou outro desportivo, para aprofundar a cultura com maior expansão mediática. Da leitura de livros também se cansam com rapidez.

Passageiro do tempo: Pobres portugueses

Um em cada quatro portugueses são pobres, estão privados das condições necessárias para ter acesso a uma vida digna. E o que faz cada um de nós para ajudar a reduzir a pobreza?

Tempo incerto: Uma paz frágil

No dia 11 de Novembro de 1918, o silêncio das armas abateu-se sobre os ensanguentados campos de batalha da 1ª Guerra Mundial.

Vídeos