Assinar
Sociedade

Autor do desfalque na Câmara de Pombal em prisão preventiva

O autor confesso do desfalque de 500 mil euros na Câmara de Pombal vai aguardar julgamento em prisão preventiva.

O autor confesso do desfalque de 500 mil euros na Câmara de Pombal vai aguardar julgamento em prisão preventiva.

Foi essa a medida de coacção aplicada pelo Tribunal de Pombal, onde o principal suspeito deste crime, Vitor Leitão,  foi ouvido durante várias horas, durante o dia de ontem e hoje.

Vitor Leitão foi detido ontem, em Leiria, à porta de uma instituição bancária, numa altura em que se encontrava já com termo de identidade e residência, na sequência da denúncia feita pela autarquia de Pombal à Polícia Judiciária. O autor confesso do desfalque estava na altura acompnhado de uma mulher, de nacionalidade brasileira, funcionária de uma colectividade local, de cujos orgãos sociais Vitor Leitão fazia parte. A jovem foi entretanto libertada, ficando apenas com termo de identidade e residência como medida de coacção.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.