Assinar
Sociedade

“Geração à Rasca” manifesta-se na Fonte Luminosa de Leiria a partir das 15 horas

O protesto “Geração à Rasca” manifesta-se em Leiria, na Fonte Luminosa, a partir das 15 horas de sábado, 12 de Março. A manifestação está convocada para 11 cidades.

O protesto “Geração à Rasca” manifesta-se em Leiria, na Fonte Luminosa, a partir das 15 horas de sábado, 12 de Março. A manifestação está convocada para 11 cidades.

Segundo a agência Lusa, a mobilização nacional tem mais de 55 mil inscritos no Facebook que afirmam ir participar nas manifestações convocadas para sábado, em 11 cidades, com avisos formais entregues às autoridades em nove delas.

Segundo o blog geracaoenrascada.wordpress.com, da lista das cidades onde o protesto irá decorrer no sábado fazem parte Braga, Castelo Branco, Coimbra, Faro, Funchal (Madeira), Guimarães, Leiria, Lisboa, Ponta Delgada (Açores), Porto e Viseu, onze no total.

A Agência Lusa apurou que em nove destas cidades o protesto foi comunicado oficialmente aos governos civis e à vice-presidência do Governo Regional dos Açores, no caso de Ponta Delgada, não levantando as autoridades qualquer objeção.

As entidades seguiram depois os trâmites habituais nestas situações, informando as forças de segurança da existência destes protestos.

De fora desta oficialização ficaram Guimarães e Funchal, cuja câmara municipal e direção regional da administração pública e local, respetivamente, garantiram à Agência Lusa não ter recebido qualquer informação oficial sobre a realização do protesto.

Na capital, a concentração está agendada para as 15:00, na Avenida da Liberdade, seguindo depois pela Praça D. Pedro IV, Rua do Carmo e Rua Garrett, terminando na Praça Luis de Camões.

No Porto, também às 15:00, os manifestantes partem da Batalha, seguindo o desfile pela Rua de Santa Catarina, Rua Fernandes Tomás, Rua Sá da Bandeira, estando o seu término previsto para a Praça D. João I.

No caso de Braga (Avenida Central), Castelo Branco (Alameda da Liberdade), Coimbra (Praça da República), Leiria (Fonte Luminosa) e Viseu (Rossio, em frente à câmara) estão apenas previstas concentrações, não tendo sido indicada a intenção de fazer qualquer desfile.

O número de participantes que manifestam a intenção de estar presentes nos protestos através da página do Facebook ultrapassou os 55 mil durante a noite de quinta-feira. Registam-se também perto de 80 mil que afirma não ir e mais de 44 mil que dizem “talvez”.

Tem surgido, em diferentes murais de páginas do Facebook, um vídeo acompanhado do texto “faça chuva ou faça sol, sábado queremos Portugal na rua”, onde são apresentados os motivos de queixa dos participantes, com testemunhos explicativos daquilo que leva alguns jovens a participar no protesto.

Quinta-feira, fonte da PSP disse à Agência Lusa que a polícia está a monitorizar todos os movimentos das redes sociais e dos grupos de extrema direita e esquerda, para acompanhar “a par e passo” o protesto marcado para sábado, estando a preparar-se para acompanhar a manifestação com o mesmo grau de rigor e prontidão que disponibilizou aquando da cimeira da Nato, que decorreu em Lisboa, no final de novembro passado.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.