Assinar Edições Digitais
Desporto

Municipal de Leiria recebe Torneio de Equipas Emergentes em rugby

Consolidar o projecto de um clube de rugby e abrir uma alternativa desportiva aos jovens é o objectivo do Núcleo de Rugby da Federação Académica de Leiria (FAL), com a organização da 2º jornada do Torneio do Circuito Nacional de Equipas Emergentes, a 27 de Novembro.

Consolidar o projecto de um clube de rugby e abrir uma alternativa desportiva aos jovens é o objectivo do Núcleo de Rugby da Federação Académica de Leiria (FAL), com a organização da 2º jornada do Torneio do Circuito Nacional de Equipas Emergentes, a 27 de Novembro.

O evento vai concentrar uma centena de jogadores de oito equipas e servir de mostra a jovens, pais e educadores que queiram participar no “Dia Aberto de Rugby”, a partir das 10 horas, no Estádio Municipal de Leiria.

Entre as 12 e as 17 horas, realiza-se o Torneio de Emergentes, com entrada gratuita. “O nosso desejo é passar a palavra de que há rugby em Leiria e que se joga no estádio”, refere António Almeida, do Núcleo da FAL. “Este evento vai mostrar a Leiria que há um mundo de bola oval que pode muito bem ter esta cidade no mapa”, evidencia o elemento da equipa d’ “Os Corvos”.

A equipa de Leiria tem aumentado o número de praticantes (universitários e não só) e a qualidade de jogo. Tem como objectivo desportivo definido o apuramento para a fase final do campeonato da Federação Académica do Desporto Universitário (FADU).
O relvado será alvo de marcações oficiais. E porque se trata de um torneio em que não participam equipas nacionais do escalão sénior, não são necessários os postes em forma de “H”, característicos da modalidade.

Ao REGIÃO DE LEIRIA, o vereador do Desporto, António Martinho, salientou que eventos como o do dia 27 podem potenciar o crescimento da modalidade em Leiria. Nessa altura, “quando se concretizarem” os jogos oficiais de selecções “terão que ser colocados os postes”

Apesar da modalidade não gerar grandes receitas de bilheteira como o futebol, “a realização regular de actividades [de rugby] acrescenta valor à infra-estrutura”, diz o vereador. Revela ainda que “dos dez estádios construídos/remodelados para o Euro 2004, o Municipal de Leiria é o único apto simultaneamente para a prática de futebol, atletismo e de rugby”.

Marina Guerra
marina.guerra@regiaodeleiria.pt