Assinar Edições Digitais
Sociedade

Pagamento de portagens da A19 e do IC36 deve arrancar ainda hoje

Os condutores que circularam sem via verde ou dístico electrónico na A19 (Variante da Batalha) e no IC36 (que em Leiria liga a A1 à A8), poderão começar a pagar as portagens hoje, sexta-feira, ou o mais tardar na próxima segunda-feira.

Os condutores que circularam sem via verde ou dístico electrónico na A19 (Variante da Batalha) e no IC36 (que em Leiria liga a A1 à A8), poderão começar a pagar as portagens hoje, sexta-feira, ou o mais tardar na próxima segunda-feira.

Pagamento de portagens arranca em breve (fotografia: Joaquim Dâmaso)

A informação é da Estradas de Portugal e surge depois vários utentes daquelas novas vias pagas se terem dirigido aos balcões dos CTT e das lojas da rede Payshop para tentar pagar as portagens. Durante a primeira semana de entrada em funcionamento das duas novas auto-estradas, o pagamento das portagens nos CTT e nas lojas da rede Payshop revelou-se impossível, o que motivou vários protestos.

De acordo com fonte da Estradas de Portugal, o problema residia em dificuldades técnicas na transferência para os CTT dos dados referentes aos veículos que usaram as duas novas vias. O problema deve ficar resolvido hoje pelo que o pagamento poderá ser possível, o mais tardar na próxima segunda-feira, adianta a mesma fonte.

Recorde-se que  para poderem circular nas duas novas auto-estradas, os utilizadores devem possuir ou adquirir um dispositivo eletrónico nas lojas da Via Verde ou nos balcões do CTT, ou proceder ao pagamento voluntário da taxa de portagem dirigindo-se aos balcões dos CTT e da rede Payshop, no prazo de cinco dias úteis, contados a partir do segundo dia após a passagem, bastando para isso indicar o numero da sua matrícula.

Fonte da Estradas de Portugal assegura que o prazo de cinco dias úteis para pagar as portagens só começa a contar a partir do momento em que estas passam a estar a pagamento. Quer isto dizer que quem nos últimos dias passou no IC36 ou na A19 poderá fazer o pagamento, no mínimo,  até à próxima quinta-feira.