Assinar Edições Digitais
Cultura

Cadeira-janela portuguesa de Filipa Mota nas ruas de Manhattan

Depois de ter transformado talheres em peças de vestuário, Filipa Mota, de Leiria, volta a expor em Manhattan, Nova Iorque, nos Estados Unidos da América.

Um trabalho da aluna de Design Gráfico da School of Visual Arts de Manhattan foi selecionado para ser exibido até 19 de maio no passeio da Madison Avenue, no âmbito da exposição “Chairs That Inspire”.

Desafiada a criar uma cadeira inovadora, Filipa, 21 anos, inspirou-se nas janelas ornamentadas em fachadas de azulejo e com varandas de grades de ferro.

“São tão facilmente encontradas e distinguidas como nossas que me pareceu natural recriar uma, na forma de cadeira”. O chão da varanda serve de assento, a janela de encosto e o gradeamento de apoio para os braços.

Filipa Mota ficou “muito contente” com o resultado:

“Ver pessoas parar para admirar a minha peça numa das avenidas mais movimentadas de Nova Iorque é muito gratificante! Espero que suscite curiosidade sobre o meu país e passe a mensagem de que temos muito para oferecer”.