Assinar Edições Digitais
Região à Mesa

5 negócios gastronómicos que abriram ano passado e valem a visita em 2019

Leiria gosta de comer. A prova é a qualidade de muitos restaurantes da região, mas também o elevado número de espaços que abre. Em jeito de balanço, o “Região à Mesa” deixa 5 sugestões de visita para 2019.

Leiria gosta de comer. A prova é a qualidade de muitos restaurantes da região, mas também o elevado número de espaços que abre. Em 2018, foram vários. Em jeito de balanço, o Região à Mesa deixa cinco sugestões de visita para 2019.

01 Um café tropical

Inaugurado em outubro, o Bali Food & Drink tem decoração – totalmente instagrammable, a propósito – e parte da ementa inspiradas nos arquipélagos da Indonésia. A aposta em novidades antes não vistas por cá, a exemplo do Chia Pudding e do Gold latte (combinação de curcuma com gengibre), deram ao espaço pontos no quesito inovação, apesar do público ter aderido sobretudo às tapiocas e hambúrgueres. Na montra doce, os maiores sucessos dos primeiros meses foram o Red Velvet e o bolo de chocolate vegan, receitas que prometem repetir o sucesso em 2019.

Preço médio: 10€. R. Machado dos Santos, nº 13, Leiria

02 Receita versátil

Para quem achava que Francesinha só existia uma, o negócio localizado em pleno centro histórico de Leiria veio provar com ousadia o contrário. Como o nome sugere, na Adega das Francesinhas a receita típica do Porto é a estrela e pode vir em até sete apresentações, sem contar a versão para sobremesa, que chega em camadas de brownie e creme de natas. Antes disso, porém, pode-se escolher pela Francesinha da Casa, recheada com porco preto, cebola roxa caramelizada, chouriço e morcela de arroz, enquanto se aproveita o ambiente de ares modernos.

Preço médio: 15€. R. Gago Coutinho, nº 19, Leiria

03 Tendência em trânsito

A loja física em Fátima ganhou vida em 2017, mas o projeto itinerante da Go Bao tomou as ruas do distrito apenas este ano. Soma das forças de André Évora e Tiago Ferreira, a carrinha em tom de azul põe sob rodas o conceito do primeiro negócio e explora o forte potencial da street food, paralelamente à tendência da gastronomia que é o bao – pão chinês de massa fermentada e cozido no vapor, que pode abraçar inúmeros recheios. Têm sempre presença confirmada no foodtruck, seja em iniciativas abertas ao público, seja em eventos privados, o tradicional, com barriga de porco, molho hoisin e coentros, e o de bacalhau. O itinerário fica disponível na página do Facebook da marca.

Preço médio: 10€

04 Mundo de possibilidades

Com seis meses de vida completos, o Domundo mantem o ADN com que foi idealizado: cozinha de fusão sustentada por raízes de produtos frescos, ou seja, portugueses. Entre ceviches e paellas de mariscos, há sempre alternativas variadas do dia, que partem de dois tipos de sopas e chegam até pratos de carne, peixe e um, invariavelmente, vegetariano. Isso sem falar nos três tipos de salada e na secção doce, outra que vem com bagagem cultural. O custo também é eclético: os menus começam em 5,90 euros ao almoço e alcançam a média de 15 euros no jantar.

Av. Marquês de Pombal, nº 1, Loja 4, Leiria

05 Pensa global, age local

Novidade mais recente da cidade, o Vista assentou lugar onde antes funcionou o Cais do Lis. Com a mesma localização privilegiada, à margem do rio, o novo negócio, todavia, foi além das tapas. O intuito dos gastrónomos José Oliveira e João Caseiro é, claramente, unir técnicas internacionais a um ambiente elegante, mas sem excessos. O resultado é um namoro interessante com a comfort food, que enche a sala mesmo em dias de semana. Neste contexto, os bons pedidos da cozinha podem surgir tanto pela ementa fixa, quanto em menus de almoço a 9,50€.

Preço médio: 20€. Rua Tenente Valadim, nº 5, Leiria

Jessica Germano
jessica.m.germano@regiaodeleiria.pt