As U-Bike, bicicletas elétricas do Politécnico de Leiria, pouparam a emissão de 17 mil quilos de dióxido de carbono para a atmosfera desde junho de 2018, anunciou hoje o instituto.

Em circulação em Leiria, Marinha Grande, Peniche e Caldas da Rainha, as U-Bike são utilizadas por estudantes, professores, investigadores e técnicos das diversas escolas do Politécnico. Atualmente estão em circulação 183 bicicletas elétricas.

Desde o arranque do projeto, as bicicletas U-Bike serviram 382 utilizadores, que percorreram cem mil quilómetros, o equivalente a uma poupança de 17 mil quilos de dióxido de carbono relativamente à utilização de veículos movidos combustíveis fósseis.

“Este é para nós um marco muito relevante, porque mostra que a aposta do Politécnico de Leiria em disponibilizar meios de mobilidade suave ambientalmente responsáveis e sustentáveis e que, simultaneamente, contribuem para reduzir a pressão automóvel nos diversos campi, foi uma excelente medida”, afirma o presidente do instituto.

Rui Pedrosa considera que a adesão da comunidade académica tem sido “muito positiva”, verificando-se, até, “o efeito de contágio positivo nos municípios da região de Leiria e do Oeste”, com o aparecimento de outros utilizadores e soluções de partilha de bicicletas, “bem como intervenções de melhorias nas infraestruturas promotoras da utilização de bicicletas, nomeadamente nas ciclovias, dedicadas ou partilhadas”.