Select Page

Leiria ganha discoteca gay

Depois de um ano a funcionar em Amor, o clube LGBTI+ Glitz muda-se para Leiria este fim de semana

Durante o último ano, a cada fim de semana, a Rua Arroteia, em Amor, no concelho de Leiria, assistiu a um movimento de carros crescente, sempre próximo da meia-noite. A agitação tinha uma razão de ser: foi ali que a comunidade LGBTI+ da região centro encontrou uma programação noturna gay friendly, de dj set a shows e performances com drag queens. A partir da próxima sexta-feira, 4 de outubro, porém, o Glitz Club deixa Amor e passa a ter uma nova morada. É na Rua da Granja (próximo da superfície comercial Makro) em Leiria, que a discoteca parte para o segundo ano de existência. A gerência promete um novo espaço, nova decoração e atrações cada vez mais diversificadas.

“Surgiu a oportunidade de mudança e aproveitámos o facto de irmos festejar o primeiro aniversário para o fazermos”, conta ao REGIÃO DE LEIRIA Rafael Bento, um dos sócios do espaço de diversão noturna. Com o parceiro João Estrada, que ficou conhecido pelas apresentações da personagem Eva Brown, o empresário revela que a decisão surge, também, como forma de responder aos pedidos do público. “Quase todos os nossos clientes, apesar de se deslocarem à freguesia de Amor para usufruir da nossa noite, se queixavam da distância a que ficávamos de Leiria”. Ao saber do espaço livre mais próximo do centro da capital do distrito, não tiveram dúvidas. “Sentimos que ainda temos muito para oferecer aos nossos clientes e queremos, com a proximidade à cidade, atingir todo o tipo de público”, almeja Rafael.

Para acompanhar a mudança, o ambiente do novo Glitz surgirá com novidades. Decoração mais moderna, clean e com “o brilho” que o público se habituou são promessas dos donos. No que diz respeito aos habituais shows performáticos, o palco vai ganhar mais complementos para dar maior visibilidade aos que assistem aos espetáculos. Por fim, uma zona relaxante, em alternativa ao setor de diversão, foi pensada para os diferentes estilos de público.

A programação vai manter o ADN original e investir em nomes do transformismo nacional e também internacional, a exemplo de algumas drag queens brasileiras que têm sido convidadas. “Vamos continuar a apostar em grandes cantores nacionais, como foi o caso do Tiago Braga ou mais recentemente a cantora Vanessa Silva”. E as expectativas são altas: “Queremos com este espaço marcar a noite LGBTI+ na zona centro”, enfatiza Rafael.

A reabertura, já na nova morada, acontece esta sexta-feira, dia 4, com a comemoração do primeiro aniversário da discoteca, a partir das 23h30. O valor da entrada continua o mesmo: 6 euros consumíveis.

Jessica Germano
Jornalista
jessica.m.germano@regiaodeleiria.pt

Fotos: Sérgio Claro e Glitz Club

Trackbacks / Pingbacks

  1. Leiria ganha discoteca gay – Arquivo de Memória. Amor - […] Fonte: in site Região de Leiria […]

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Primeira Página

Pergunta da Semana

A carregar

Concorda que a Agência Mundial Antidopagem tenha proibido a Rússia, durante quatro anos, de participar em todas as competições desportivas globais?

Obrigado pelo seu voto!
Já votou nesta pergunta!
Selecione uma das opções!

Publicidade

Newsletter Região de Leiria

app repórter no mundo