Esta semana o REGIÃO DE LEIRIA conta a história dos Avieiros, pescadores da Praia da Vieira que durante décadas deixaram a sua terra no inverno para se fixarem nas margens do Tejo, onde a pesca no rio era a alternativa de vida possível. Regressavam a casa com a primavera, para o reencontro com as condições ideais para a pesca no mar vieirense, naquele que foi um dos principais movimentos migratórios do último século. Com vidas repartidas, alguns acabaram por se fixar de vez nas zonas ribeirinhas do Tejo. A luta pela sobrevivência fez nascer uma cultura que marcou todo o século XX português. Num revista a cores de grande formato, oferecida nesta edição de 21 de novembro, o REGIÂO DE LEIRIA conta o que resta desta cultura e como está a ser preservada. Olhamos para os rituais, as crenças e a gastronomia, recuperamos as palavras de Alves Redol e damos voz a quem luta pela preservação destes núcleos onde viveram os pobres e marginalizados vieirenses, apelidados de “ciganos do Tejo”. RL Grande Reportagem é um trabalho de João Francisco Gomes, um jovem jornalista de Vieira de Leiria, que identificou nas histórias dos seus conterrâneos o ADN dos heróis anónimos que não se deixam vencer pelo destino.