A GNR anunciou hoje que identificou o suspeito de um atropelamento com fuga, que provocou uma vítima mortal, na madrugada de domingo, em Ansião, no distrito de Leiria.

Segundo disse fonte da GNR à agência Lusa, uma mulher de 62 anos morreu quando saiu do seu local de trabalho, pela meia-noite, num lar em Ansião.

“Não se sabia inicialmente se era um atropelamento, vindo-se posteriormente a localizar uma viatura que se suspeita de ter estado envolvida no acidente”, adiantou a mesma fonte.

O proprietário do veículo, um homem de 51 anos, foi identificado pelo Comando Territorial de Leiria, através do Núcleo de Investigação de Crimes de Acidentes de Viação (NICAV) de Leiria, este domingo, não havendo ainda provas de que tenha sido o autor do atropelamento.

“É o dono da viatura e terá agora de contar a sua versão dos factos”, acrescentou a mesma fonte.

A GNR adiantou que o alerta para o acidente foi dado pelo companheiro da vítima.

“O marido achou estranho a mulher não ter ainda regressado do trabalho e foi à sua procura”, localizando-a em Charneca de Alvorge, local do acidente.

“Prontamente os militares efetuaram um conjunto de diligências policiais e de investigação no local do acidente, que culminaram na identificação do suspeito e do respetivo veículo, em menos de oito horas”, acrescenta uma nota de imprensa da GNR.

A investigação prossegue sob a responsabilidade do NICAV.

 

Lusa