Os acompanhantes de doentes passaram a estar impedidos de permanecer nos serviços hospitalares do Centro Hospitalar de Leiria.

A medida foi anunciada há instantes pela instituição, e comunicado. O serviço de pediatra e os casos de doentes terminais são as exceções.

O CHL “suspendeu, com efeito imediato, a permanência de acompanhantes de doentes nos serviços dos seus hospitais”, anunciou a instituição ao início da noite desta terça-feira. “A medida visa diminuir os riscos de contágio à comunidade pela pandemia” do Covid-19, explica a nota.

“Excetuam-se desta medida de suspensão o serviço de pediatria (internamento e urgência) e casos de doentes terminais, que mantêm o regime atual”, esclarece a unidade hospitalar.

No serviço de pediatria “é permitida apenas a entrada de um acompanhante no horário de 24horas/24horas”.

Da mesma forma, revela ainda o hospital, “as informações médicas passam também a ser dadas aos acompanhantes, exclusivamente via contacto telefónico”.