Assinar Edições Digitais
Covid-19

Covid-19: Número de doentes infetados em Portugal sobe para 448

O balanço de hoje da Direção-Geral da Saúde dá ainda conta de 323 casos suspeitos em Portugal a aguardar resultado laboratorial

O número de casos confirmados de infeção pelo novo coronavírus, que causa a doença Covid-19, subiu para 448 em Portugal, mais 117 do que os contabilizados na segunda-feira.

Dos  casos confirmados, 205 estão internados, 17 dos quais em unidades de cuidados intensivos, de acordo com o balanço epidemiológico divulgado hoje pela Direção-Geral da Saúde (DGS).

Em Portugal foram registados desde o início de janeiro 4.030 casos suspeitos, sendo que 3.259 não se confirmaram, isto é, em que o teste deu negativo. Há 323 pessoas a aguardar resultado laboratorial.

Portugal registou ontem a primeira morte de uma pessoa infetada com o novo coronavírus. Segundo revelou a ministra da Saúde, trata-se de um homem de 80 anos, que tinha “várias patologias associadas” e estava internado há vários dias, no Hospital de Santa Maria, em Lisboa.

Foi também tornado público no domingo à noite o primeiro caso positivo de Covid-19 no distrito de Leiria. Trata-se de um homem, de 67 anos, residente no concelho das Caldas da Rainha, que foi transportado para o hospital de Santa Maria, em Lisboa, pelos bombeiros voluntários da Benedita. 

Segundo a DGS, três doentes já recuperaram e há 6.852 contactos em vigilância pelas autoridades de saúde, mais 2.260 do que ontem.

A região Norte voltou a ser a que regista maior número de casos confirmados (196), seguida das regiões de Lisboa e Vale do Tejo (180), Centro (51), Algarve (14) e Açores (1).

Há seis casos confirmados no estrangeiro, segundo o boletim epidemiológico diário.

Entretanto a Região Autónoma da Madeira deu conta do primeiro caso de infeção, mas este dado ainda não consta do boletim da DGS, atualizado às 11 horas desta manhã.

Segundo o mapa da DGS, continua a não haver casos no Alentejo.

Entre os doentes infetados estão três crianças com menos de dez anos e 32 jovens entre os dez e os 19 anos.

Existem 17 casos de doentes infetados acima dos 80 anos e 35 entre os 70 e os 79.

É entre a população com idades entre os 40 e os 49 anos que se registam mais casos (93) de doentes segundo o boletim da DGS, que indica a existência de 88 casos entre os 30 e 39 anos e de 73 casos entre os 50 e os 59 anos.

Há ainda registo de 55 casos entre os 20 e 29 anos e 52 entre os 60 e 69 anos.

O boletim de hoje indica que há 19 cadeias de transmissão ativas. 

O balanço indica ainda um total de 61 casos importados: 18 de Espanha, 17 de  Itália, 13 de França, 8 da Suíça, um da Bélgica, um de Andorra, um do Reino Unido, outro dos Países Baixos e um continua em investigação relativamente à origem da importação (Alemanha/Áustria).