O Serviço de Urgência Básica do Hospital de Peniche, no distrito de Leiria, foi encerrado ontem à noite, após as autoridades de saúde terem determinado a necessidade de toda a equipa cumprir quarentena, disse à Lusa fonte hospitalar.

O aviso de encerramento da unidade foi feito ontem, sexta-feira, depois de se ter confirmado um caso positivo de Covid-19 num enfermeiro que trabalha naquela unidade hospitalar.

“Caros cidadãos, infelizmente cabe-nos dar conhecimento de mais algumas ocorrências tristes. Está confirmado mais um caso dado como positivo por infeção pelo coronavírus, neste caso um enfermeiro a prestar serviço na urgência do Hospital de Peniche.

Por determinação dos responsáveis da Saúde, os médicos, enfermeiros e auxiliares foram colocados em regime de quarentena.

Por consequência, os profissionais que ficam disponíveis não são em número suficiente para garantir o funcionamento da urgência”, publicou o autarca Henrique Bertino, na página de facebook do município.

A mesma fonte hospitalar explicou à agência Lusa que os três médicos, 19 enfermeiros e 10 assistentes administrativos vão cumprir quarentena, no âmbito da pandemia de covid-19. O encerramento vigorará até que seja colocada no serviço uma nova equipa de profissionais.

Os restantes serviços da unidade mantêm-se em funcionamento.

De acordo com o último boletim epidemiológico divulgado pela Comissão Distrital de Proteção Civil de Leiria, com dados referentes ao dia 27, o concelho regista dois casos confirmados de covid-19 e 30 pessoas encontravam-se sob vigilância.