As crianças e jovens do concelho da Batalha vão ver reforçado o serviço de refeições escolares, anunciou hoje o município, no âmbito de um conjunto de medidas ao plano de contingência no âmbito da pandemia de covid-19.

O município avança que o suprimento de refeições será incrementado e entregue “a todas as crianças e jovens que delas necessitarem”, em regime take-away, em consequência da articulação com o agrupamento escolar, encarregados de educação e entidades fornecedoras.

Em simultâneo, a autarquia decidiu pela suspensão, até junho, da totalidade do valor das taxas correspondentes à utilização de esplanadas, toldos, bancas e quiosques encerrados.

De acordo com o presidente da Câmara da Batalha, Paulo Batista Santos, citado numa nota de imprensa, as medidas de apoio às famílias e comércio local antecedem o Plano Estratégico de Recuperação Social e de Revitalização do Tecido Económico do Concelho da Batalha que está em preparação.

Em Portugal, segundo o balanço feito hoje pela Direção-Geral da Saúde, registaram-se 209 mortes, mais 22 do que na quarta-feira (+11,8%), e 9.034 casos de infeções confirmadas, o que representa um aumento de 783 em relação à véspera (+9,5%).

Dos infetados, 1.042 estão internados, 240 dos quais em unidades de cuidados intensivos, e há 68 doentes que já recuperaram.