O Município da Batalha anunciou esta segunda-feira, dia 15, que vai disponibilizar testes serológicos ao novo coronavírus aos sectores “mais sensíveis” da construção, transportes internacionais, restauração e hotelaria.

Segundo uma nota de imprensa, a câmara da Batalha decidiu adotar um plano “faseado e gradual de prevenção e de disponibilização de testes serológicos” ao SARS-COV-2 à população em geral e “junto dos setores mais sensíveis da construção, transportes internacionais, restauração e hotelaria”.

“Trata-se de uma medida inovadora na região, da maior importância e realizada em parceria com um prestigiado centro de medicina laboratorial português, num plano que numa primeira fase prevê a disponibilização de mil testes, mais direcionados para populações de maior risco, mas que poderá chegar aos cinco ou 10 mil testes, em função das necessidades e da evolução da pandemia da covid-19”, explica o presidente Paulo Batista Santos.

No mesmo despacho, o Município da Batalha prorroga até 30 setembro várias medidas de isenção de taxas municipais, como sejam as mensalidades relativas aos serviços de Atividades de Tempos Livres dos estabelecimentos de ensino públicos ou a isenção de taxas e rendas a todos os espaços concessionados pelo Município, incluindo lojas, quiosques e estabelecimentos de alojamento (hostel).

As isenções abrangem ainda todos os operadores existentes nas diversas áreas no mercado municipal, bem como os valores de ocupação de espaço público pelo comércio, restaurantes, cafés e pastelarias, inclusive na ampliação do espaçamento das esplanadas.

O estacionamento manter-se-á gratuito até final do mês de setembro, altura em que poderão abrir os serviços municipais presencialmente já sem marcação.

Até lá, os serviços só fazem atendimento presencial através de marcação prévia.

Os mercados e feiras manter-se-ão em funcionamento, mas apenas para produtos do ramo alimentar, aves vivas, sementes, farinhas e derivados, regras também fixadas até ao final de setembro e devendo os utilizadores adotar as recomendações da Direção-Geral da Saúde de distanciamento social e uso de máscara de proteção, refere ainda o mesmo comunicado.

Continua interdita a atividade itinerante e mantém-se o encerramento dos equipamentos desportivos e infraestruturas, nomeadamente os parques infantis, parques de manutenção sénior e demais instalações desportivas de gestão municipal, inclusive dos complexos de piscinas da Batalha e Reguengo do Fetal.

Paulo Batista Santos considera que “a evolução da doença no Município da Batalha não só teve uma resposta precursora e célere, bem como regista um número reduzido de casos, o que comprova o acerto das opções tomadas”.

“Mas, há que continuar este caminho de prevenção, embora sem descurar a salvaguarda da atividade económica concelhia e empregabilidade, nomeadamente nos setores do comércio e turismo, especialmente afetados com os impactos da pandemia da Covid-19”, sublinha o autarca.