O Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP) anunciou hoje a realização de 24 buscas a pecuárias, agências bancárias, veículos automóveis e habitações nas zonas de Leiria, Tomar e Montijo.

Numa nota publicada na sua página de Internet, o DCIAP informa que a operação “Suini-fatura”, que está a decorrer hoje, investiga possíveis crimes de fraude fiscal, branqueamento de capitais e falsificação de documentos no setor da produção, comércio e abate de suínos.

Esta ação surge no âmbito de um inquérito dirigido pelo Ministério Público e cuja investigação está a cargo da direção de Serviços de Investigação da Fraude e Ações Especiais (DSIFAE) da Autoridade Tributária e Aduaneira.

A operação contou ainda com a colaboração do Departamento de Investigação Criminal e dos Comandos Distritais de Leiria e Santarém.

Nestas diligências intervêm dois magistrados do Ministério Público, 21 inspetores da DSIFAE, oito peritos do Núcleo de Informática Forense da autoridade tributária e 32 elementos daqueles organismos da PSP, bem como um magistrado judicial do Tribunal Central de Instrução Criminal a par de inspetores do SEF e da ASAE.

O inquérito encontra-se em segredo de justiça.