Filipe Vieira tem uma paixão: o drift. E um objetivo: abrir as portas de um espaço destinado à prática de uma modalidade que assenta em espetaculares derrapagens de automóveis, como aquelas que o imaginário dos filmes Velocidade Furiosa ajudou a fermentar.

Artigo exclusivo para os nossos assinantes

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é assinante, entre com a sua conta. Entrar