Foi decidido no último domingo, 16: a região de Leiria tem apenas um candidato entre os 28 pré-finalistas do concurso 7 Maravilhas da Cultura Popular. A ocasião, que assinalou a fase de repescagem, chegou a colocar a Procissão dos Caracóis, do Reguengo do Fetal, na Batalha, entre os possíveis concorrentes às meias-finais da distinção, mas a tradição não passou à fase seguinte, segundo a decisão do voto popular. Já escolhidos na etapa regional, os Muros de Pedra Seca, de Porto de Mós, representam agora o distrito na próxima fase.

“Falar de Porto de Mós é falar de um território imenso e rico, em tantas vertentes. É juntar no mesmo mundo a bucolismo das aldeias, nascidas em pleno Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros, com a urbanidade que a dois passos de distância”, ressalta Pedro Machado, presidente do Turismo Centro de Portugal.

Para Jorge Vala, presidente de Câmara Municipal de Porto de Mós, uma vitória no concurso seria também uma forma de manter vivo o património imaterial da terra. “Com as Grutas de Mira de Aire eleitas pelos portugueses como uma das 7 Maravilhas Naturais, o município está empenhado no reconhecimento dos Muros de Pedra Seca como hino à luta pela sobrevivência nas inóspitas terras serranas, à criatividade e à sustentabilidade do planeta”, sublinha.

A disputa reinicia-se a 18 de agosto, quando poderão ser escolhidos através de telefone os 14 finalistas. Já a gala, com declaração oficial dos vencedores, está marcada para 5 de setembro, a ser transmitida em direto de Bragança. Para eleger os Muros de Pedra Seca o número de votação é o 760 207 774.