Assinar Edições Digitais
Leiria

AMITEI vence prémio com projeto de combate à solidão

Projeto pretende desenvolver um serviço humanizado de apoio ao domicílio. Associação de Óbidos também foi premiada.

A AMITEI – Associação de Solidariedade Social de Marrazes é uma das 24 associações vencedoras do Prémio BPI ”la Caixa” Seniores, com projetos inovadores para reforçar os laços sociais e a humanização do apoio aos mais velhos.

O anúncio foi feito hoje, em comunicado, e irá atribuir à instituição de solidariedade de Marrazes, no concelho de Leiria, o valor de 29.500 euros, para promoção do projeto Combater a solidão, que pretende desenvolver um serviço humanizado de apoio ao domicílio, com atividades sociais e teleassistência 24 horas por dia; e contribuir para evitar ou retardar a institucionalização, fomentado o envelhecimento ativo na comunidade.

Também a Associação Just a Change, de Óbidos, foi premiada com uma ideia que pretende recuperar habitações para seniores, de forma a oferecer condições de habitabilidade dignas para um grupo de seniores; e levar conforto, dignidade, esperança e proporcionar um envelhecimento mais digno. O projeto irá receber 29.900 euros de apoio.

No total, os 24 projectos vencedores vão receber um apoio de 750 mil euros para conseguir levar para o terreno projetos “destinados a promover a integração social e o envelhecimento ativo, saudável e em casa, de pessoas com idade superior a 65 anos em situação de vulnerabilidade social”. São abrangidos 3.300 beneficiários com este apoio.

Entre as principais respostas sociais no atual contexto económico e social, explica o comunicado, são os “domínios dos serviços domiciliários, do combate ao isolamento social e do apoio às demências” as áreas mais abrangidas por estes projetocs, com o objetivo de contrariar a crise provocada pela pandemia e o respetivo impacto nas instituições de apoio a idosos.

Os projetos incluem ainda “o recurso a aplicações tecnológicas para gerar uma maior interação e envolvimento social ou abordagens mais criativas e culturais, como a produção de uma radionovela com “atores” seniores e acesso em casa às atividades dos centros de dias”.

Além de Leiria, há iniciativas distinguidas de Aveiro, Beja, Braga, Bragança, Castelo Branco, Coimbra, Évora, Guarda, Lisboa, Porto, Setúbal, Vila Real, Viseu e da Região Autónoma da Madeira.