Numa mensagem dirigida aos peregrinos, o Cardeal D. António Marto, bispo de Leiria-Fátima, pede “fé e responsabilidade…Publicado por Santuário de Fátima em Quinta-feira, 1 de outubro de 2020

O cardeal António Marto apelou hoje para a responsabilidade cívica dos participantes na peregrinação de 12 e 13 de outubro, no Santuário de Fátima, cujo acesso estará limitado a cerca de seis mil pessoas devido à pandemia.

“O acesso ao Santuário será condicionado e entrarão peregrinos até se atingir o número máximo previsto do plano de contingência. Sei que para muitos que não poderão entrar será mais uma prova dolorosa. Peço-vos que encaremos esta situação com fé e responsabilidade cívica”, afirmou António Marto, numa mensagem em vídeo transmitida pelo Santuário de Fátima, no seu site e na rede social Facebook.

O também bispo de Leiria-Fátima recordou que, “por força das circunstâncias, o número de peregrinos que poderão entrar no recinto será limitado”, sem reserva prévia de lugares, mas com marcação de espaços.

“Também para nós é doloroso ter que tomar estas decisões, já que a nossa missão é acolher todos”, notou António Marto, frisando que o Santuário de Fátima continua “aberto todos os dias, com programa de celebrações, permitindo que todos possam passar, mesmo fora das grandes peregrinações”.

Na mensagem, o cardeal salientou que a resposta dos cristãos e da Igreja neste tempo de pandemia tem sido “exemplar”, quer “no respeito pelas regras definidas, quer na expressão de ajuda ao outro”.

O Santuário de Fátima estima a presença de seis mil pessoas no recinto durante a peregrinação de 12 e 13 de outubro, estando prevista a colocação de círculos no chão, que reforçará a distância entre as pessoas.

Numa nota de imprensa divulgada na quarta-feira, o Santuário de Fátima informa que, “de acordo com os planos efetuados”, estima-se a “presença de cerca de seis mil pessoas no recinto, numa área útil de 48 mil metros quadrados [m2], o que equivale a uma média de oito m2 por pessoa”.

No dia 13 de setembro o acesso ao Santuário de Fátima foi bloqueado quando o local atingiu a lotação máxima permitida no contexto da pandemia da covid-19.

As celebrações com a presença de peregrinos desde o início da pandemia foram retomadas no Santuário de Fátima em 30 de maio e a primeira peregrinação internacional com fiéis realizou-se em 12 e 13 de junho.