Assinar Edições Digitais
Desporto

Sindicato de jogadores reúne com plantel do CD Fátima SAD

Plantel vive “situação dramática”, explica Sindicato, relacionada com salários em atraso e ausência de condições desportivas.

O campeonato começou a 20 de setembro mas a dificuldade em inscrever os jogadores, fez a equipa do CD Fátima SAD falhar o encontro com o Caldas SC.

Sem possibilidade de jogar (e treinar) no estádio de Fátima, devido a dívidas ao município, a equipa está a treinar em Odivelas e disputou o segundo jogo do Campeonato de Portugal, a 4 de outubro, em Vila Chã de Ourique, Santarém.

Toda esta instabilidade associada à “situação de incumprimento salarial e ausência de condições desportivas, agravadas pela impossibilidade de treinar nas instalações do Damaiense”, levou o plantel de jogadores “a atingir o limite e convocar de emergência o Sindicato”, refere o Sindicato de Jogadores num comunicado enviado hoje, quinta-feira, às redações.

A reunião, com carácter de urgência, estava marcada para esta tarde, em Odivelas, mas acabou por ser adiada. “O problema persiste e o Sindicato permanecerá atento no apoio aos jogadores”, diz o Sindicato.

Não se sabe quando é que acontecerá essa reunião mas o plantel vive uma “situação dramática” que “exige resposta social e desportiva”, entende o Sindicato.

Já na época passada, o CD Fátima pediu a intervenção do Sindicato de Jogadores, devido a incumprimento salarial. A época acabou por ser levada até ao fim, isto é, até ao encerramento dos campeonatos, em março, devido à pandemia.

Contudo, o pedido de insolvência da SAD do CD Fátima, em junho, e a dificuldade em pagar os salários em atraso, arranjar jogadores e equipa técnica, e encontrar campo para treino e jogo, complicou um arranque tranquilo da época.

O jogo do CD Fátima da última jornada foi adiado para 15 de novembro e o deste fim de semana, correspondente à 5ª jornada da série F, para 12 de dezembro.