Assinar Edições Digitais


Covid-19

Covid-19: Deputados do PSD de Leiria questionam ministra sobre saúde pública no distrito

A falta de delegados de saúde em Pombal, Batalha, Porto de Mós e Ansião motiva interprelação a Marta Temido.

Os deputados do PSD de Leiria alertaram hoje para as “preocupantes situações” ao nível da saúde pública no distrito e questionaram a ministra da Saúde sobre quantos concelhos não têm delegado de saúde e como pretende colmatar o problema.

Numa pergunta entregue na Assembleia da República e dirigida à ministra Marta Temido, os parlamentares começam por dizer que “as unidades de saúde pública são por norma pilares fundamentais no apoio à garantia da saúde pública no território” e, “neste momento pandémico, têm papel fundamental no acompanhamento estratégico de execução do combate” à covid-19.

“O acréscimo de trabalho motivado pelo efeito da pandemia trouxe naturalmente dificuldades para dar resposta atempada às solicitações imediatas, levando em muitos casos a situações de eventual ‘burnout’ dos profissionais”, lê-se no documento.

Segundo os deputados, “no distrito de Leiria, pelo que é do conhecimento público”, faltam delegados de saúde em Pombal, Batalha, Porto de Mós e Ansião.

Citando a imprensa regional, os sociais-democratas adiantam que “dos 10 médicos que fazem parte do serviço do Pinhal Litoral (Pombal, Batalha, Leiria, Marinha Grande e Porto de Mós), quatro estão de baixa e um estará de férias e com pedido de exoneração”.

“Com base nesta informação, estarão apenas metade dos médicos em efetividade de funções, pelo que agrava o diagnóstico aqui apresentado”, sustentam os parlamentares, referindo que “serão outros profissionais de concelhos limítrofes que acumulam as ditas funções”.

Os deputados do PSD eleitos pelo círculo de Leiria questionam a tutela sobre o número de concelhos que não têm delegados de saúde efetivos e na falta destes “quem os substitui em cada um dos concelhos”.

No texto, os deputados perguntam ainda à ministra da Saúde se assume “a responsabilidade” por falhas que ocorram resultante da acumulação de funções e de que forma e em quanto tempo pretende “colmatar rapidamente estas falhas”.

Seis delegados de Saúde Pública em funções no ACES PL

Entretanto, e em resposta ao REGIÃO DE LEIRIA, a Administração Regional de Saúde do Centro (ARSC) confirmou as baixas de quatro médicos da Unidade de Saúde Pública do Agrupamento de Centros de Saúde do Pinhal Litoral (ACES PL), dois em situação de longa duração em Leiria, um em Porto de Mós e um na Batalha. Já o delegado de Saúde de Pombal, que pediu a denúncia das suas funções públicas, encontra-se de férias até final de novembro, devendo ser substituído em dezembro.

Encontram-se atualmente em funções seis delegados de Saúde Pública, refere ainda a ARSC, que asseguram o serviço nos cinco concelhos abrangidos pelo ACES PL, nomeadamente em Pombal, “em complementaridade com outros profissionais de saúde, nomeadamente enfermeiros, destacados pela ARSC e pelo ACeS PL para reforçar a equipa”.

Com redação

(Notícia atualizada às 16h25 com informação da ARSC)