Assinar Edições Digitais


Sociedade Exclusivo

“Uma estrela”, um conto de Natal de Manuel Alegre

Ninguém, nem mesmo os mais duros, os que faziam gala em dizer que o Natal para eles não significava nada, nem mesmo esses conseguiam disfarçar uma sombra no olhar.

Todos os anos, pelo Natal, eu ia a Belém. A viagem começava em Dezembro, no princípio das férias.