Assinar
Covid-19

Covid-19: Urgência para infeções respiratórias já abriu no hospital de Leiria

Nova área destina-se exclusivamente a doentes respiratórios e corresponde a um investimento de 570 mil euros.

visita do secretário de estado António Sales à nova área de urgência para doentes respiratórios no hospital de Leiria
Joaquim Dâmaso

Está a  funcionar desde ontem, 3 de janeiro, a nova área dedicada a doentes com suspeita de infeção respiratória nos Serviços de Urgência (ADR-SU), no Hospital de Santo André, e recebeu, no primeiro turno de 24 horas, 85 utentes.

A administração do Centro Hospitalar de Leiria (CHL) informa em comunicado que esta nova estrutura “permite garantir a resposta adequada ao expectável agravamento da afluência devido ao crescimento epidémico da Covid-19 e ao aumento previsível da incidência de outras infeções respiratórias agudas”.

Esta nova área de urgência destina-se exclusivamente a doentes respiratórios e substitui a que existia na urgência geral. “Desta forma é possível segregar circuitos, com mais condições para fazer um atendimento com maior segurança, quer para os utentes, quer para os nossos profissionais”, refere Licínio de Carvalho, presidente do Conselho de Administração do CHL, citado no comunicado enviado hoje aos órgãos de informação.

A nova ADR-SU foi instalada em parte da área afeta ao Serviço de Medicina Física e Reabilitação e tem um acesso externo próprio, o que permite a separação dos circuitos dos doentes com suspeita de infeção respiratória aguda face aos restantes.

Visita do secretário de estado antónio sales à nova urgência para doentes respiratórios no hospital de Leiria
A 14 de dezembro, o secretário de Estado da Saúde, António Sales, visitou a nova área de urgência que estava a ser preparada para doentes respiratórios. Foto: Joaquim Dâmaso

A área está equipada com três gabinetes de consulta, uma sala de tratamento, um gabinete de triagem, uma sala de emergência, com capacidade para assistir dois doentes em simultâneo, uma sala de observação com capacidade para dez macas (que pode aumentar, se necessário) e sete cadeirões, uma área de observação com 20 camas e três quartos de isolamento, uma sala de raio-x, e várias áreas de apoio.

O investimento estimado da nova ADR-SU e do novo internamento Covid é de 570 mil euros, que corresponde a 470 mil euros referentes à empreitada de execução, e cerca de 100 mil euros a equipamentos.

A 14 de dezembro, o secretário de Estado da Saúde, António Sales, visitou o espaço que estava a ser preparado para acolher a ADR-SU.

Inquérito de satisfação aos leitores

Com este inquérito, o REGIÃO DE LEIRIA tem por objetivo conhecer a opinião dos leitores e melhorar o serviço que presta. Para esse fim, pedimos 5 minutos do seu tempo para responder a um questionário.