Assinar
Saúde

Primeira unidade de cuidados paliativos do distrito abriu portas em Alcobaça

Nova unidade serve toda a área de influência do Centro Hospitalar de Leiria

A primeira Unidade de Internamento de Cuidados Paliativos (UICP) do distrito de Leiria abriu portas esta segunda-feira, dia 15, no Hospital de Alcobaça, para acolher “doentes com necessidades paliativas mais complexas” de toda a área de influência do Centro Hospitalar de Leiria (CHL).

A unidade, instalada no antigo Serviço de Cirurgia Geral do hospital, tem capacidade para 12 camas, distribuídas por 10 quartos, e inclui espaços de trabalho para os profissionais, sala de tratamentos, zona de limpos e sujos, refeitório e sala de convívio e de atividades.

Segundo Licínio de Carvalho, presidente do conselho de administração do CHL, estima-se que possam ser prestados cuidados especializados a cerca de 250 doentes por ano, sendo esse acompanhamento assegurado por uma equipa multidisciplinar a tempo inteiro.

A criação da UICP representou um investimento de cerca de 680 mil euros, cofinanciado em 156.825 mil euros no âmbito do Programa Portugal 2020, e em 75 mil euros pela Câmara Municipal de Alcobaça, refere o CHL em comunicado.

Quanto ao Serviço de Cuidados Paliativos do CHL inclui uma Equipa Intra-Hospitalar de Suporte em Cuidados Paliativos (EIHSCP), constituída por profissionais com formação específica, a consulta externa e o hospital de dia.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.