Assinar
Saúde

Centro Hospitalar de Leiria tem novos horários para visitas

Novos horários entram em funcionamento a partir de segunda-feira, dia 10. Entrada está restringida a um acompanhante ou cuidador.

Imagem da entrada principal do Hospital de Santo André em Leiria

Durante várias semanas a entrada de acompanhantes e cuidadores de doentes nas instalações do Centro Hospitalar de Leiria estiveram suspensas devido à atividade da doença Covid-19. Com a tendência descendente dos casos de infeção na região e no país, a partir de segunda-feira, dia 10, haverá novas orientações para permitir o acesso das visitas nas instalações.

Em comunicado, o Conselho de Administração do CHL explica que foi aprovado, a 5 de maio, a terceira revisão do procedimento de acesso às instalações por parte de não profissionais, com alteração aos horários de visitas.

Assim, a partir de 10 de maio, “está restringida a entrada a um acompanhante/cuidador, sem a possibilidade de troca, e nas primeiras 24 horas após o internamento estão suspensas as entradas do acompanhante/cuidador”.

As visitas só acontecem dois dias por semana, por períodos de 30 ou 60 minutos, e variam consoante a especialidade em que o doente está internado.

No caso de serviços de internamento em que não exista a figura de acompanhante/cuidador, é permitida uma visita num período único:

Serviço de Medicina Intensiva e Unidade de Cuidados Intensivos Cardíacos (UCIC): 19h00-19h30 (quartas-feiras, sextas-feiras)
Unidade de Internamento de Curta Duração (UICD) (HABLO/HDP): 19h00-19h30 (quartas-feiras, sextas-feiras)
Unidade de Cuidados Agudos Polivalente (UCAP): 19h00-19h30 (quartas-feiras, domingos)
– Unidade de Internamento de Doentes de Evolução Prolongada de Psiquiatria (UIDEPP), nos Andrinos: por marcação prévia, sempre que as condições atmosféricas o permitam, no horário das 17h30 às 18h00. O doente recebe o visitante no telheiro ou em alternativa nos refeitórios dos respetivos pavilhões. As visitas são acompanhadas pelo vigilante do serviço.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.