Assinar
Sociedade

PJ deteve suspeito de atear cinco incêndios em Fátima

Autor foi presente às autoridades judiciárias, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de prisão preventiva, com internamento.

Imagem com a inscrição de Polícia Judiciária no exterior de um edifício

O Departamento de Investigação Criminal de Leiria da Polícia Judiciária (PJ) deteve um homem de 41 anos, suspeito de ter ateado cinco focos de incêndio na madrugada de 23 de maio, em Fátima.

Em nota de imprensa, a PJ informa que os focos de incêndio “incidiram sobre espaços habitacionais e viaturas automóveis provocando danos que, só a pronta intervenção dos bombeiros permitiu pôr termo ao risco de propagação aos espaços confinantes, nomeadamente umas bombas de combustível e um complexo hoteleiro”.

Os incêndios foram ateados com recurso a chama direta e o suspeito tem antecedentes pelo mesmo tipo de crime, lê-se ainda na nota enviada às redações.

O autor foi esta manhã presente às autoridades judiciárias competentes no Tribunal de Santarém, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de prisão preventiva (com internamento preventivo).

A detenção ocorreu após recolha de prova, no seguimento da identificação pela GNR de Fátima.

A PJ atuou no seguimento da identificação, pela GNR de Fátima, do presumível autor, e com base em provas recolhidas.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.